Bolsas

Câmbio

Ouça o Giro UOL Economia com os destaques desta quinta, 10 de novembro

Vinícius Garcia

Do UOL, em São Paulo

Dólar dispara, Bolsa despenca

O dólar teve hoje a maior alta diária em oito anos. A moeda subiu 4,73%, cotada em R$ 3,361. Esse também é o maior valor de fechamento desde julho deste ano.

Já a Bovespa fechou em queda de 3,25%, para 61.200,96 pontos. Essa é a maior baixa percentual diária em dois meses e a segunda perda seguida da Bolsa. As quedas nas ações da Petrobras e principalmente nas dos bancos influenciaram no desempenho negativo do índice.

Leia mais

 

Mais um bloqueio

Pela segunda vez em menos de uma semana, as contas do governo do Rio foram bloqueadas por atraso no pagamento de dívidas com a União. Desta vez, R$ 140 milhões foram congelados. Já o primeiro bloqueio foi de R$ 170 milhões.

A secretaria da Fazenda do Rio prevê que o congelamento dure até sexta-feira. Sem acesso ao dinheiro, o governo deve ter mais dificuldades para pagar os salários dos servidores. O Estado deve cerca de R$ 64 bilhões para o governo federal.

Leia mais
 

Cenário ruim na economia

O ritmo de queda das vendas de varejo brasileiro acelerou em setembro e o setor registrou o pior resultado para o mês em 14 anos.

As vendas varejistas recuaram 1% em setembro em relação ao mês anterior. Em agosto, o setor teve queda de 0,8%, e em julho, de 0,7%.

Leia mais
 

Juros para PF caem

O juro médio nos empréstimos a pessoas físicas caiu de 8,24% em setembro para 8,20% em outubro. A taxa teve queda pela primeira vez em 24 meses. O juro médio equivale ainda a uma taxa de 157,47% ao ano.

O recuo é reflexo do corte da Selic na última reunião do Copom e da melhora das expectativas para a economia brasileira. Os números foram divulgados pela Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade, a Anefac.

Leia mais
 

Vem para o Brasil

O Ministério do Turismo pretende lançar um pacote de medidas para incentivar a vinda de turistas estrangeiros ao Brasil. As principais inovações seriam a adoção do reembolso de impostos pagos durante a estadia no país e a liberação de cassinos integrados a resorts.

Além disso, o pacote prevê a abertura do mercado para companhias aéreas estrangeiras e a concessão de parques nacionais à iniciativa privada. O objetivo é concluir o projeto nos próximos dois meses e entrega-lo à equipe econômica do governo.

Leia mais
 

Quer comer? Então pague

A companhia aérea Latam vai implantar um novo sistema de venda de passagens para voos domésticos no ano que vem. A ideia é que o passageiro possa "construir" o valor da passagem a partir de um preço base. Assim, o cliente vai poder escolher os serviços que quiser.

A alimentação nos voos agora vai passar a ser cobrada. A empresa pretende oferecer cerca de 50 opções de comidas e bebidas para os passageiros. A companhia estima que o novo sistema de vendas pode levar a uma redução de até 20% no preço das tarifas para voos domésticos até 2020.

Leia mais
 

Agenda da semana

Amanhã é feriado do Dia dos Veteranos de Guerra nos EUA e isso pode afetar o mercado mundial.

No cenário nacional, não há nenhuma previsão de anúncio de índices.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos