Bolsas

Câmbio

Ouça o Giro UOL Economia com os destaques desta sexta, 11 de novembro

Do UOL, em São Paulo

Balanço da semana

A Bolsa fechou em queda de 3,3%, com 59.183,51 pontos. É a terceira baixa seguida da Bovespa e o menor nível de fechamento desde 30 de setembro. Com isso, o IBovespa acumula desvalorização de 3,92% na semana e de 8,84% no mês. Já no ano, o índice tem alta acumulada de 36,52%.

A queda de hoje foi influenciada, principalmente, pelo desempenho negativo das ações da Petrobras, que tombaram mais de 9%. As ações do Banco do Brasil despencaram quase 7% e os papéis da mineradora Vale perderam mais de 5%.

O dólar subiu 0,92%, cotado em R$ 3,392. É o terceiro avanço seguido da moeda e o maior valor de fechamento desde 27 de junho. Com isso, o dólar acumula valorização de 4,99% na semana e de 6,34% no mês. No ano, a moeda tem queda acumulada de 14,08%.

Leia mais


Tombo de gigantes

E ontem a Bolsa viveu um dia dramático. Em um único dia, a soma do valor de mercado das empresas com ações negociadas na Bovespa caiu R$ 71,6 bilhões. A Petrobras, sozinha, perdeu R$ 13,22 bilhões.

Bradesco, Itaú Unibanco, Banco do Brasil e Santander completam a lista das empresas que mais perderam valor ontem. O levantamento foi feito pela consultoria Economatica.

Leia mais


Gastos x investimentos

Os gastos totais do governo federal, descontados os repasses para Estados e municípios, vão terminar 2016 em R$ 1,2 trilhão, o equivalente a 19,6% do PIB. Isso representa um crescimento de 13,7% em relação a 2015. É o que mostra uma projeção da Consultoria de Orçamento da Câmara dos Deputados com base nos gastos do governo até o fim de outubro.

Por outro lado, a perspectiva para os investimentos é que eles encolham neste ano. No ano passado, R$ 43,3 bilhões foram investidos até o fim de outubro. Em 2016, o montante foi de R$ 40,7 bilhões nesse período, valor 6% menor.

Leia mais


Ameaça de boicote

Os peritos da Previdência Social ameaçaram não retomar os exames do pente-fino que o INSS está fazendo nos benefícios por incapacidade. A volta das revisões, por enquanto, está prevista para o dia 25 de novembro.

A categoria quer a aprovação do pagamento do bônus de R$ 60 por perícia realizada no pente-fino e do aumento salarial de 27,9% acordado com o governo em fevereiro. O boicote dos peritos ganhou força depois que o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), declarou que a Casa não vai aprovar reajustes salariais para nenhuma categoria além dos que já estão previstos.

Leia mais


Golpe internacional

A Organização Mundial do Comércio (OMC) condenou a política industrial brasileira e exigiu que práticas de incentivos fiscais e redução de IPI sejam abandonadas, pelo menos da forma como são aplicadas. O governo brasileiro pode recorrer, mas a decisão é um dos maiores golpes já sofridos pelo Brasil na entidade internacional.

A decisão atende a pedido do Japão e da UE, que alegavam que a política de incentivos fiscais aos setores de telecomunicações, automóveis e tecnologia é ilegal e afeta empresas estrangeiras. O principal foco é o Inovar Auto, mecanismo que garantiu uma redução de impostos para o setor automotivo com fábricas instaladas no Brasil.

Leia mais


Menos inadimplentes

O número de pessoas inadimplentes no país em outubro cresceu 0,21% em relação ao mesmo período do ano passado. Esse foi o menor avanço desde 2011. Na comparação com setembro, houve queda de 0,6%

Segundo o SPC Brasil, a desaceleração não é pela retomada da economia, mas porque débitos antigos foram pagos e o crédito ficou mais restrito. Uma melhora ligada ao aumento de renda só é estimada para o segundo trimestre de 2017.

Leia mais


O preço da tragédia

A Justiça de Belo Horizonte deu um prazo de 30 dias para a Vale e a BHP Billiton, controladoras da Samarco, depositarem R$ 1,2 bilhão para reparar danos causados pelo rompimento da barragem de Fundão, em Mariana (MG).

Além disso, as empresas também têm o prazo de 90 dias para comprovar que os vazamentos de rejeitos foram definitivamente estancados. A tragédia de Mariana completou um ano na semana passada.

Leia mais

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos