Bolsas

Câmbio

Ouça o Giro UOL Economia com os destaques desta quinta, 12 de janeiro

Lucas Menegale

Do UOL, em São Paulo

Mercado financeiro

A Bolsa teve alta de 2,41%, com 63.953,93 pontos. O avanço veio um dia depois de o Banco Central fazer o maior corte na taxa de juros em quase cinco anos.

No mercado de câmbio, o dólar caiu 0,5% e está cotado em R$ 3,176.

Leia mais

 

Aumento para aposentados

Os segurados que recebem um benefício do INSS acima do salário mínimo já conseguem saber de quanto vai ser o reajuste deste ano.  O valor depositado em fevereiro vai ter um aumento de 6,58%.

O índice é menor do que foi inicialmente previsto pela gestão Temer para 2017. Com isso, quem ganha R$ 2.000, por exemplo, passa a receber R$ 2.131,60. O teto também aumentará R$ 5.189,82, válidos em 2016, para R$ 5.531,31.

Leia mais

 

Reajuste para professores

Os professores da educação básica da rede pública de ensino no país vão ter os salários reajustados em 7,64%.

Agora, o menor valor pago vai passar dos atuais R$ 2.135,64 para R$ 2.298,80 a partir deste mês. Mas a implementação do novo valor vai depender de cada Estado.

Leia mais

 

Atualizando o CPF

A partir de segunda-feira, vai ser possível atualizar os dados cadastrais do CPF (Cadastro de Pessoas Físicas) pelo site da Receita Federal.

A atualização é gratuita e pode ser feita 24 horas por dia, inclusive em feriados e fins de semana.

Leia mais

 

Ativos da Petrobras

A Petrobras tem uma carteira de ativos, que envolvem bens e negócios, de US$ 42 bilhões.

Segundo o diretor financeiro da companhia, Ivan Monteiro, esses ativos podem ser vendidos pela estatal. Mas parte desses bens estão impedidos de venda por causa de questionamentos feitos pelo TCU (Tribunal de Contas da União) no ano passado.

Leia mais

 

Juros ainda altos

Os grandes bancos brasileiros anunciam uma baixa nos juros depois do corte na Selic desde outubro. Ontem o Comitê de Política Monetária, o Copom, reduziu a taxa básica da economia do país de 13,75% para 13% ao ano.

Apesar da decisão, o Brasil ainda continua o país com os maiores juros reais, que descontam a inflação projetada para os próximos 12 meses. A taxa fica em 7,93%, bem à frente do segundo colocado em ranking, a Rússia, com 4,76%.

Leia mais

 

Agenda

Amanhã o Banco Central divulga o IBC-Br de novembro. O índice é considerado uma prévia informal do PIB.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos