Bolsas

Câmbio

Corrida do FGTS complica a vida de quem precisa ir à Caixa para outros fins

Thâmara Kaoru*

Do UOL, em São Paulo

  • Edson Lopes Jr./UOL

O saque de contas inativas do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) tem atraído filas de trabalhadores às agências da Caixa Econômica Federal em todo o país. Juntam-se a eles pessoas que buscam o banco para outras finalidades --por exemplo, resolver problemas na conta-corrente, pagar contas atrasadas ou sacar o seguro-desemprego.

A assistente social Rosa Gentil, 32, foi a uma agência da Caixa na avenida Interlagos, na zona sul de São Paulo, nesta segunda-feira (13), para receber o dinheiro de um boleto que pagou duas vezes, por engano. "O atendente mandou ficar na fila. Entro meio-dia no trabalho e vou me atrasar. Eu acho que deveria ter duas filas", disse.

O supervisor de segurança Fábio da Silva Lindolfo, 35, e sua mulher, a professora Karina Batista Lindolfo, 37, foram resolver uma pendência na conta-corrente e também tiveram que encarar a fila única. "Precisava ter um atendimento específico para o FGTS", disse ele. "O atendente não deixou nem eu perguntar e já disse que a fila era única", afirmou ela.

A reportagem também encontrou pessoas que precisavam pagar contas (que só podem ser pagas em um determinado banco após a data de vencimento) ou sacar o seguro-desemprego.

Na agência Guarapiranga, na avenida de Pinedo, também na zona sul da capital paulista, foram organizadas duas filas. Por volta das 14h30, a fila do FGTS tinha cerca de 25 pessoas, mas a espera para ser atendido era de cerca de 40 minutos. A fila para os demais serviços tinha cerca de 30 pessoas, mas a espera era menor: de aproximadamente 10 minutos.

Cada agência decide se tem 1 ou 2 filas

Procurada, a Caixa informou que não obriga as agências a terem filas separadas para saque do FGTS e para os demais serviços e que cada agência tem autonomia para dividir o atendimento da forma que achar melhor.

"É uma decisão do gerente. Cada agência tem um perfil de demanda, e cabe ao gerente decidir como agilizar o atendimento", afirmou o banco.

Para quem precisa sacar o seguro-desemprego, a Caixa recomenda usar os caixas eletrônicos ou as lotéricas, usando o Cartão do Cidadão.

Caixa recomenda esperar próxima semana

Mesmo para quem vai sacar o FGTS, o banco lembra que não é preciso ir à agência, necessariamente. Quem tem até R$ 3.000 em cada conta inativa pode sacar o dinheiro em caixas eletrônicos (precisa da senha do Cartão do Cidadão, para até R$ 1.500, e do cartão e da senha, para até R$ 3.000) ou em agências lotéricas e correspondentes Caixa Aqui (precisa do Cartão do Cidadão, da senha e de um documento com foto).

De todo modo, para evitar filas, a Caixa recomenda que quem não tem urgência para sacar o FGTS evite ir a uma agência nesta semana.

A Caixa recomenda que todos os trabalhadores que forem a uma agência do banco, seja para sacar o dinheiro ou apenas para tirar dúvidas, levem a carteira de trabalho e, se possível, a rescisão do contrato.

Saques vão até 31 de julho

É possível sacar o dinheiro até 31 de julho de 2017. Por exemplo: se o trabalhador nascido em janeiro não sacar o dinheiro agora, ele ainda pode fazer o saque até 31 de julho.

Depois disso, só vai poder sacar esse dinheiro seguindo as regras antigas --ao se aposentar ou se for comprar a casa própria, por exemplo.

* Colaboraram Afonso Ferreira e Maria Carolina Abe

FGTS: Como saber se você tem direito ao saque de conta inativa

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos