Conta de luz vai ficar mais barata no interior de SP, MT e MS

Sabrina Craide

Da Agência Brasil

  • Getty Images

A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) aprovou nesta terça-feira (4) a redução das contas de luz de três distribuidoras, uma queda que deve afetar quase 6,5 milhões de consumidores no interior de São Paulo, no Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. As novas tarifas valem a partir do próximo sábado (8).

Os consumidores residenciais atendidos pela CPFL Paulista (Companhia Paulista de Força e Luz) terão redução de 9,62% nas tarifas. Já para as indústrias a redução será de 12,2%. A concessionária atende 4,2 milhões de unidades consumidoras em 234 municípios do interior de São Paulo. Entre as principais cidades atendidas pela empresa estão Campinas, Ribeirão Preto, Bauru e São José do Rio Preto.

Para os clientes da concessionária EMT (Energisa Mato Grosso), a redução das tarifas será de 1,85% para os consumidores residenciais e de 2,35% para as indústrias. A empresa atende 1,3 milhão de unidades consumidoras em 141 municípios do Mato Grosso.

Também haverá redução no preço da conta de luz para os 993 mil consumidores atendidos pela concessionária EMS (Energisa Mato Grosso do Sul). A queda nas tarifas será de 1,69% para residências e de 2,68% para a indústria. A EMS fornece energia para 73 cidades do Mato Grosso do Sul.

Para calcular os reajustes anuais das distribuidoras, que são estabelecidos no contrato de concessão, a Aneel considera a variação de custos associados à prestação do serviço. O cálculo leva em conta a compra e a transmissão de energia elétrica, além dos encargos setoriais.

Dicas para economizar energia

  •  

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos