Agências da Caixa começam segunda fase de saques do FGTS

Marcela Lemos, Carlos Madeiro e Gabriela Fujita

Colaboração para o UOL e do UOL, no Rio, em Maceió e em São Paulo

  • Marcela Lemos/UOL

    Clientes em fila em agência da Caixa no centro do Rio, por volta das 8h

    Clientes em fila em agência da Caixa no centro do Rio, por volta das 8h

As agências da Caixa Econômica Federal abriram neste sábado (8) com filas de clientes querendo sacar o dinheiro de contas inativas do FGTS ou tirar dúvidas sobre o assunto. Começou hoje a liberação do dinheiro para as pessoas que nasceram em março, abril e maio.

No total, 2.100 agências do banco funcionam até as 15h deste sábado. Em São Paulo (SP), cidade com o maior número de trabalhadores, são 249 agências abertas. No Rio, são 98. A lista das agências pode ser conferida no site da Caixa(Leia abaixo como receber o dinheiro)

Nas agências visitadas pela reportagem, houve uma concentração de clientes no horário de abertura, mas nas horas seguintes o movimento diminuiu bastante. Perto do meio-dia, o atendimento levava cerca de 45 minutos na Caixa da Praça da Árvore, na zona sul de São Paulo.

Marcela Lemos/UOL
Movimento na mesma agência no Rio, por volta das 9h30

As agências abertas hoje só vão atender casos relacionados ao pagamento do FGTS --por exemplo, saques, atendimento de dúvidas, correção de cadastro ou emissão de senha do Cartão do Cidadão.

Chegou às 4h30 

Marcela Lemos/UOL
Roberto Martins, 62, de Itaboraí (RJ), chegou à agência às 4h30 da madrugada

O servidor público, Roberto Martins, 62, chegou às 4h30 à agência da avenida Rio Branco, no centro do Rio. A agência abriu pontualmente às 9h. 

"Eu moro em Itaboraí. Saí de madrugada, pois já tinha feito uma consulta sobre o saldo do FGTS nesta agência. Para garantir vim aqui mesmo. Vou usar o dinheiro para pagar dívidas. Elas têm tirado meu sono. Não vou conseguir pagar tudo, mas vou aproveitar as oportunidades."

A reportagem também registrou fila na abertura da agência de Gruta de Lourdes, em Maceió (AL). 

Carlos Madeiro/UOL
Fila na agência da Caixa no bairro da Gruta de Lourdes, em Maceió

Arquiteta cobrou empresa antes de ir à agência

Em São Paulo, uma das agências da Caixa na zona oeste, na Pompeia, tinha fila pequena pela manhã. Dentro da agência, algumas pessoas aguardavam pelo atendimento. Por volta de 9h30, a arquiteta Bianca Souza Agliussi, 35, tirou a senha 47.

"Hoje eu vim sacar [o FGTS]. Vou sacar para pagar uns débitos, umas dívidas, e vou viajar. É o melhor investimento." Como não pode ir à agência durante a semana, ela aproveitou o atendimento neste sábado.

Para ter certeza de que estava tudo certo, ela diz que se informou com antecedência e descobriu que o contador da empresa onde havia trabalhado cometeu uma falha quando ela se demitiu, em 2015. 

"Ele não tinha feito a notificação sobre a minha saída. Precisei entrar em contato com a empresa, pedi uma cópia da minha rescisão e trouxe até a Caixa. Aí eles atualizaram para mim."

Leve a carteira de trabalho

Segundo a Caixa, só é obrigatório apresentar a carteira de trabalho se for sacar mais de R$ 10 mil de uma das contas. Porém, em caso de falha no registro das informações, é preciso apresentar a carteira e, se possível, a rescisão de contrato para comprovar a situação do trabalhador e corrigir os dados no sistema do FGTS.

"É bom que o trabalhador venha com a carteira de trabalho. Com ela, o funcionário da Caixa consegue resolver pequenos problemas e liberar o saque do FGTS", disse o vice-presidente de governo da Caixa, Roberto Derzie Santana, em visita à agência no centro do Rio, no Largo da Carioca. Segundo ele, os problemas mais comuns ainda são os erros no processo de demissão do funcionário.

Portanto, em todos os casos, é melhor levar também a carteira de trabalho e, se possível, a rescisão do contrato.

Não consegue ir hoje?

Além das 2.100 agências que abrirão neste sábado, a Caixa preparou um esquema especial para atender ao público.

Todas as agências vão abrir duas horas mais cedo segunda (10), terça (11) e quarta-feira (12). Nesse período, o atendimento também será só para contas inativas do FGTS.

O prazo para o saque vai até 31 de julho para todos os trabalhadores, de acordo com o calendário estipulado pela Caixa.

Como receber seu dinheiro

Arte UOL

Há diferentes opções disponíveis para receber os valores de contas inativas do FGTS. A Caixa orienta que, antes de sair de casa, o trabalhador consulte o site ou o 0800-726-2017 para descobrir qual a melhor opção de pagamento para ele.

1. Crédito em conta

Quem tem conta poupança individual na Caixa não precisa fazer nada: o dinheiro já será transferido automaticamente, no primeiro dia do calendário de saques. Quem tem conta poupança conjunta ou conta corrente na Caixa pode receber o dinheiro diretamente nessa conta, mas precisa fazer o pedido à Caixa por meio do site das contas inativas (www.caixa.gov.br/contasinativas) ou pelo telefone 0800-726-2017.

2. Caixas eletrônicos

Quem tem até R$ 1.500 para receber pode sacar o dinheiro em caixas eletrônicos da Caixa. É possível sacar só com a senha do Cartão do Cidadão, mesmo que tenha perdido o documento. Esse é o caso da maioria dos trabalhadores, segundo dados da Caixa.

Quem tem entre R$ 1.500 e R$ 3.000 para receber também pode sacar o dinheiro em caixas eletrônicos da Caixa. Nesse caso, é preciso Cartão do Cidadão e a respectiva senha.

Atenção: o limite é para cada uma das contas inativas. Por exemplo, se o trabalhador tiver R$ 1.000 em uma conta e R$ 1.500 em outra, pode fazer os dois saques em caixas eletrônicos.

3. Agências lotéricas e correspondentes

Quem tem até R$ 3.000 para receber também pode sacar o dinheiro em agências lotéricas e correspondentes Caixa Aqui. Nesse caso, vai precisar do Cartão do Cidadão, da respectiva senha e de um documento com foto.

Atenção: o limite é para cada uma das contas inativas. Por exemplo, se o trabalhador tiver R$ 2.000 em uma conta e R$ 2.500 em outra, pode fazer os dois saques em lotéricas ou correspondentes bancários.

4. Agências da Caixa

Quem tem mais de R$ 3.000 em uma conta inativa só poderá receber nas agências da Caixa. Os documentos necessários são o número do PIS (Programa de Integração Social) e um documento com foto.

Para valores acima de R$ 10 mil, é obrigatório levar também a carteira de trabalho ou documento que comprove o fim do vínculo de trabalho.

Atenção: a Caixa recomenda que todos que forem a uma agência levem um documento com foto mais a carteira de trabalho para facilitar o atendimento.

Saque ou transferência para outros bancos

Além de sacar o valor em dinheiro, quem for às agências da Caixa também poderá transferir os recursos para outro banco sem pagar nada.

Para quem tem conta poupança na Caixa, há uma vantagem: o prazo para transferir o dinheiro é maior, até 31 de agosto. Para os demais, o prazo é 31 de julho.

Nos sábados em que algumas agências da Caixa estarão abertas para atendimento, a transferência será limitada a R$ 5.000 e levará um dia útil para cair na conta (a transferência será feita via DOC, não via TED).

Como saber se você tem direito ao saque de conta inativa

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos