Vai viajar no dia da greve? Voos podem ser cancelados ou adiados sem multa

Do UOL, em São Paulo

  • Danilo Verpa/Folhapress

Três das maiores companhias aéreas do país --Avianca, Gol e Latam-- anunciaram que vão permitir o cancelamento ou a remarcação de voos sem a cobrança de multa de clientes que forem afetados pela greve geral e manifestações marcadas para sexta-feira (28) por várias categorias profissionais.

A Azul informou que vai analisar individualmente o caso dos clientes afetados pela greve e decidir o procedimento a ser adotado.

Veja a seguir as orientações para o consumidor de cada companhia aérea:

Avianca

A empresa informa que não cobrará a taxa de remarcação dos passageiros que alterarem reservas confirmadas em voos desta sexta-feira. Quem optar pelo cancelamento da viagem, receberá de volta o valor pago pela passagem, sem descontos.

Os passageiros podem entrar em contato com a central de vendas da companhia pelos telefones 4004-4040 (São Paulo e principais capitais) ou 0300-789-8160 (demais localidades), ou nas lojas nos aeroportos. A situação dos voos programados para o dia da greve poderá ser acompanhada pelo site empresa.

Azul

A companhia informa que os passageiros com viagem marcada para esta sexta-feira e, de alguma forma forem impactados pela greve, poderão entrar em contato com a empresa pelos telefones 4003-1118 (capitais e regiões metropolitanas) ou 0800 887 1118 (demais regiões) e verificar suas opções de viagem.

A empresa ressalta que, até o início da tarde desta quinta-feira (27), sua programação de voos permanecia inalterada.

Gol

A companhia diz que os passageiros com voo marcado para esta sexta-feira poderão remarcar a viagem sem custo adicional pelo site da empresa ou pelo número 0800 704 0465.

Latam 

A empresa informou que voos da companhia poderão registrar atrasos e cancelamentos em rotas domésticas e internacionais caso se concretize a paralisação prometida por várias entidades sindicais. Os passageiros com voos marcados para sexta-feira poderão antecipar ou adiar em até 15 dias as viagens sem cobrança de multas.

Os passageiros também poderão alterar origens ou destinos sem cobrança de multas (sujeito às diferenças tarifárias e respeitando a validade do bilhete) ou pedir reembolso das passagens sem multa.

(Com Reuters)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos