ipca
-0,09 Ago.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

J&F diz que fundo de pensão teve lucro, e não prejuízo, com Eldorado

Do UOL, em São Paulo

04/06/2018 19h15

O grupo J&F, que era dono da empresa de celulose Eldorado até 2017 e é proprietário do frigorífico JBS, enviou nota ao UOL em resposta a reportagem da agência de notícias Reuters sobre supostos prejuízos do Funcef  (fundo de pensão dos funcionários da Caixa Econômica Federal) com relação à Eldorado.

O texto da Reuters afirma que o Funcef foi um dos fundos de pensão que tiveram mais perdas com investimentos fracassados e falhas de gestão. Em 2016, fechou o ano com déficit de R$ 12,5 bilhões. 

As perdas, segundo a Reuters, vieram de investimentos em bens como a produtora de celulose Eldorado.

O grupo J&F discorda e diz que o fundo teve lucro com os negócios da Eldorado.

Leia a nota da J&F na íntegra:

"Em 2009 o Grupo J&F investiu no setor de papel e celulose ao adquirir o projeto de construção da Eldorado Brasil. Os fundos de pensão Funcef e Petros decidiram ser parceiros no projeto, com participação de 8,53% do capital e investimento de R$ 272,25 milhões cada.

O projeto frutificou em uma das mais modernas e competitivas plantas do setor no mundo e que registrou, em 2017, produção de 1,7 milhão de toneladas e lucro de R$ 713 milhões - 2,5 maior do que em 2016 e margem de Ebita de 66%, a maior do setor no Brasil.

No ano passado, depois que a J&F negociou a venda da Eldorado para a Paper Excellence, os dois fundos identificaram uma oportunidade de vender suas participações com elevado retorno. Cada fundo recebeu R$ 666 milhões pelos 8,53%, que superou a meta atuarial – rentabilidade necessária para que o fundo consiga pagar os benefícios dos participantes, conforme demonstra trecho do Relatório Anual de Informações de 2017 da Funcef:

'Os investimentos estruturados também se destacaram por sua valorização (+22,14%), puxada pela venda da participação indireta na Eldorado Celulose por R$ 666 milhões, que trouxe retorno acima da meta atuarial para o período que esteve em carteira.'

Portanto, não procede a afirmação do texto de matéria distribuída pela Agência Reuters no dia 1º de junho, que afirma serem as perdas da Funcef devidas, entre outros, ao investimento na Eldorado Brasil. Sendo assim, a Eldorado Brasil reitera que os investimentos na companhia foram rentáveis e agradece a parceria dos fundos neste empreendimento que já se mostrou bem-sucedido."

Mais Economia