ipca
0,48 Set.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Mercados fazem promoção hoje de refrigerante, iogurte e macarrão a R$ 1

Lucas Gabriel Marins

Colaboração para o UOL, em Curitiba

07/06/2018 04h00

Dois supermercados da grande Curitiba (PR) -o Ítalo e o Rio Verde- fazem nesta quinta-feira (7) uma promoção com venda de produtos a R$ 1. Outro mercado, o Super Telêmaco, faz a mesma oferta a partir de sexta-feira (8).

Estão incluídos cerca de 200 itens, como refrigerantes, bolachas, iogurte, macarrão, frutas e materiais de limpeza.

Leia também:

A promoção nesses três mercados ocorre uma ou duas vezes por mês. O limite de compra, em todos, é de 12 itens por cliente.

O primeiro a oferecer produtos mais baratos na capital foi o Ítalo Supermercados, que tem uma unidade em Curitiba, no bairro Atuba, e outras espalhadas pelo interior do Paraná e de Santa Catarina.

A primeira edição ocorreu em dezembro de 2017. A próxima acontece nesta quinta-feira (7). A ação termina no mesmo dia ou até acabar o estoque. Não há reposição de produtos.

Promoção gera aumento de vendas e de fluxo de pessoas

Em dia de promoção, diz o gerente da unidade de Curitiba, Leocir Lucas da Silva, as vendas dobram. "Já o faturamento mensal cresceu 20%", afirmou.

Em dias normais, cerca de 2.000 pessoas vão até o mercado. Quando há campanha, o fluxo chega a 4.500.

Ação entrou para o calendário oficial

Quando viu outros mercados oferecendo itens a R$ 1, o proprietário do Super Telêmaco, Carlos Alberto Gomes, decidiu fazer o mesmo.

A ação em seu estabelecimento geralmente ocorre nos finais de semana. A próxima acontece entre sexta (8) e domingo (10). Se os produtos acabam antes da data estipulada, há reposição.

"Escolhemos fazer a ação no início do mês porque é o momento em que o consumidor está organizando o seu orçamento", disse Gomes.

Ele relatou também que, durante a oferta de itens, o fluxo de pessoas cresce quase 50% em cada unidade, quando comparado a dias normais, e as vendas sobem 20%. O faturamento mensal tem um acréscimo de 3%.

Primeira edição foi boa, mas última deixou a desejar

O gerente de marketing do Rio Verde, Dion Silva, diferentemente dos outros, decidiu oferecer produtos mais baratos toda a semana. A primeira edição aconteceu no início de maio. A próxima começa nesta quinta-feira (7) e termina na segunda-feira (11).

A ação ocorre nas dez unidades da rede. Quando os produtos acabam antes da data, Silva faz a reposição.

Na primeira edição, relatou ele, o fluxo de pessoas cresceu 15% em cada estabelecimento. Já as vendas tiveram um salto de 20% no período.

"No entanto, na segunda vez que fizemos, as vendas cresceram 15% e, na terceira, apenas 10%. Vamos esperar o fim dessa última promoção para ver se realmente está valendo a pena", disse.

Para conseguir preços baixos, setor de compra negocia com fornecedores

Os três proprietários garantem que os produtos estão dentro do prazo de validade.

Geralmente, dizem eles, são escolhidos aqueles itens mais procurados pelos consumidores e de marcas tradicionais, como Coca-Cola, Nestlé e Mon Bijou.

Para conseguir preços mais baixos, eles declaram que o setor de compras negocia, com antecedência, com os fornecedores. "Duas semanas antes da promoção, nosso departamento inicia as negociações", disse Silva, do Ítalo Supermercados.

Promoção não deve ser feita com frequência, diz especialista

Luiz Gaziri, consultor de vendas e professor do Instituto Superior de Administração e Economia do Mercosul, da Fundação Getulio Vargas (ISAE/FGV), disse que essas promoções são positivas, pois aumentam o fluxo nos estabelecimentos e as vendas.

Ele afirmou no entanto, que transformar a promoção em uma rotina, como fez a rede Rio Verde, pode ser um tiro no pé. "Se eu faço toda semana, o consumidor vai entender que aquilo se torna uma prática, e vai pensar 'ah, eu não vou hoje porque vai ter a mesma coisa semana que vem'. É preciso ter o fator surpresa", disse.

Ele também fez um alerta para os donos de mercado que pretendem copiar o modelo. "Varejista também é cliente. Por isso é preciso tomar cuidado na hora de comprar os produtos e não se empolgar tanto, adquirindo uma quantidade maior do que a necessária. Isso porque, se a promoção não der certo, o orçamento é afetado", declarou.

Onde encontrar:

Ítalo Supermercados - https://superitalo.com.br/
Super Telêmaco - https://www.supertelemaco.com.br/
Rio Verde - https://www.rederioverde.com.br/

Por que a inflação no nosso bolso parece maior do que a inflação oficial?

UOL Notícias

Newsletters

Receba dicas para investir e fazer o seu dinheiro render.

Quero receber

Mais Economia