PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Previdência na web: oposição critica, aliados elogiam, brasileiro faz piada

Lucas Borges Teixeira

Colaboração para o UOL, em São Paulo

20/02/2019 16h25Atualizada em 20/02/2019 16h59

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) entregou hoje ao Congresso a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) da reforma da Previdência, sua principal promessa de governo. O texto propõe idades mínimas de aposentadoria de 65 anos para homens e 62 para mulheres e fixa um mínimo de 20 anos de contribuição.

A proposta que muda as regras da aposentadoria causou reações diferentes entre lideranças políticas e cidadãos nas redes sociais. Veja algumas.

Oposição bate

A oposição não demorou para questionar a proposta apresentada. O deputado Ivan Valente (PSOL-SP) criticou o aumento do tempo de trabalho para aposentadoria.

Guilherme Boulos, ex-candidato à Presidência pelo PSOL, disse que o governo entrega a Previdência aos bancos.

A deputada federal (PT-PR) e presidente nacional do PT Gleise Hoffmann disse que é "um ataque brutal" aos trabalhadores.

Aliados elogiam

Apoiadores do governo e da reforma também foram às redes sociais para defendê-la. O deputado federal Kim Kataguiri (DEM-SP) prometeu "impedir que a esquerda populista" barre a proposta.

A deputada estadual Janaina Paschoal (PSL), uma das autoras do pedido de impeachment de Dilma Rousseff, também endossou a reforma.

A deputada Bia Kicis (PSL-DF) postou uma selfie com o ministro da Economia, Paulo Guedes, mas ficou um pouco fora de foco. "Vamos marcar um golaço pelo Brasil!", escreveu ela.

E os militares?

Os militares ficaram de forma da proposta apresentada hoje, e isso gerou críticas.

Sabe aquela história de deixar para depois? Pois é. 

Para o senador piauiense Ciro Nogueira, presidente nacional do PP, sem os militares, o texto "não deveria sequer tramitar".

Brasileiro faz piada

Como tudo no Brasil, a apresentação do projeto também foi matéria-prima para memes e piadas. 

Um leitor atentou para a "empolgação" do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), ao receber a proposta das mãos do presidente. 

Gretchen não poderia ficar de fora.

Bolsonaro entrega nova proposta de Previdência; oposição protesta

UOL Notícias