IPCA
0,51 Nov.2019
Topo

Ex-servidora do INSS acusada de fraudar aposentadorias tem bens bloqueados

Roberto Casimiro/Fotoarena/Fotoarena/Estadão Conteúdo
Imagem: Roberto Casimiro/Fotoarena/Fotoarena/Estadão Conteúdo

Do UOL, em São Paulo

05/11/2019 13h27

A AGU (Advocacia-Geral da União) conseguiu na Justiça bloquear os bens de uma ex-servidora do INSS (Instituto Nacional de Seguro Social) no Pará acusada de fraudar concessão de aposentadorias por meio de sentenças judiciais falsificadas.

De acordo com a AGU, além dela, acusada de fraudar 25 concessões de aposentadorias, um grupo de fraudadores também foi processado pelas práticas ilegais.

Segundo o órgão, as concessões fraudulentas geraram um dano de aproximadamente R$ 550 mil aos cofres do INSS. Na ação de improbidade foi requerido não apenas o ressarcimento desse valor, como também a aplicação de multa de três vezes o valor do dano e aplicação de outras sanções.

A 1ª Vara Federal da Seção Judiciária do Pará acolheu os argumentos da AGU e determinou o bloqueio de R$ 1,6 milhão dos envolvidos, o que impede que eles se desfaçam de seus patrimônios até o final do processo.

O esquema

De acordo com o órgão, o esquema funcionava da seguinte maneira: primeiro, o grupo criminoso procurava indivíduos com mais de 60 anos de idade e prometia a concessão de benefícios. Depois de cooptar interessados, um advogado fraudava os processos judiciais e então, a ex-servidora do INSS concedia os benefícios. Em troca dos serviços prestados, o grupo recebia parte dos valores das aposentadorias.

Num primeiro momento, as ações criminosas foram identificadas por um outro servidor da autarquia que não conseguia realizar o cadastramento dos processos e fazer cumprir as supostas sentenças judiciais. A partir das investigações, a Polícia Federal deflagrou a Operação Carretel.

A AGU, em conjunto com a força-tarefa da polícia, ajuizou uma ação pedindo o bloqueio de bens dos envolvidos por meio de ação de improbidade com pedido de liminar.

Veja mais economia de um jeito fácil de entender: @uoleconomia no Instagram.

Ouça os podcasts Mídia e Marketing, sobre propaganda e criação, e UOL Líderes, com CEOs de empresas.

Mais podcasts do UOL no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e outras plataformas

Economia