PUBLICIDADE
IPCA
0,36 Jul.2020
Topo

Saques do FGTS serão liberados em 20 de dezembro, diz presidente da Caixa

O presidente Jair Bolsonaro e o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, em evento no Palácio do Planalto - Fátima Meira/Futura Press/Estadão Conteúdo
O presidente Jair Bolsonaro e o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, em evento no Palácio do Planalto Imagem: Fátima Meira/Futura Press/Estadão Conteúdo

Do UOL, em São Paulo

12/12/2019 19h30

O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, confirmou hoje, durante transmissão ao vivo no Facebook, que os saques do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) com o novo limite de R$ 998 serão liberados em 20 de dezembro.

Mais cedo, Guimarães havia anunciado que o aumento do limite, de R$ 500 para um salário mínimo, disponibilizaria até o Natal R$ 2,5 bilhões para 10 milhões de trabalhadores. À noite, ao lado do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), ele confirmou a data para o início dos saques.

Quem já fez o saque de R$ 500 terá direito a sacar o restante.

"Estamos prontos (para fazer esses pagamentos). Já havíamos nos preparado para isso. Temos a total capacidade de realizar os pagamentos antes do Natal", disse o presidente da Caixa pela manhã.

A Medida Provisória (MP) que, entre outros pontos, aumenta o limite para os saques do FGTS foi sancionada hoje por Bolsonaro. A principal alteração define que o trabalhador que tinha até um salário mínimo no fundo até 24 de julho deste ano, quando a medida entrou em vigor, poderá sacar todo esse valor, e não apenas R$ 500.