PUBLICIDADE
IPCA
0,25 Fev.2020
Topo

Tesouro Direto cresceu mais de 52% no número de investidores ativos em 2019

iStock
Imagem: iStock

Do UOL, em São Paulo

27/01/2020 15h58

O número total de investidores ativos no Tesouro Direto —aqueles com saldo em aplicações no programa do governo— cresceu 52,76% em 2019 em relação ao ano anterior, atingindo a marca de 1.201.181 pessoas.

Segundo a Fazenda, foram 414.863 novos investidores ativos, uma média mensal de 34.572 pessoas durante o ano passado. O número de investidores cadastrados alcançou a marca de 5.626.333, o que resulta em um crescimento 80,72% ao se comparar 2019 com 2018.

No mesmo período, a participação feminina aumentou mais de 1,7%. Já os investidores na faixa etária de 16 a 25 anos representaram, ano passado, 18,75% do total, o maior valor da série já registrado.

Operações

No ano de 2019, o número total de operações foi de 5,51 milhões, uma média de 459 mil por mês —crescimento de 105,01% em comparação com 2018. As emissões somaram R$ 30,88 bilhões, com crescimento de 72,09% em relação ao ano anterior.

Os títulos mais demandados pelos investidores no ano passado foram os indexados à taxa Selic, que totalizaram R$ 14,16 bilhões, ou 45,84% das vendas. O

Os títulos indexados à inflação somaram R$ 11,39 bilhões e corresponderam a 36,89% do total, enquanto os títulos prefixados totalizaram R$ 5,33 bilhões em vendas, ou 17,27% do total.

Estoque

O estoque do programa fechou em R$ 59,65 bilhões em dezembro de 2019, o que equivale a 0,78% em relação ao mês anterior —R$ 59,18 bilhões.

Os títulos remunerados por índices de preços se mantiveram, segundo a Fazenda, como os mais representativos do estoque, somando R$ 28,92 bilhões, ou 48,49% do total.

Os títulos indexados à taxa Selic, totalizando R$ 19,86 bilhões (33,29%), e os títulos prefixados, que somaram R$ 10,87 bilhões, com 18,22% do total, vem na sequência.

Economia