PUBLICIDADE
IPCA
-0,38 Mai.2020
Topo

INSS fecha agências, e opção é usar site ou app; saiba se cadastrar

Thâmara Kaoru

Do UOL, em São Paulo

25/03/2020 04h00

As agências do INSS estão fechadas até, pelo menos, 30 de abril por causa do novo coronavírus. Durante esse período, o instituto sugere que os segurados que precisam de algum serviço façam o pedido pelo Meu INSS.

Como a maioria dos serviços exige um cadastro, o UOL mostra o passo a passo de como cadastrar uma senha no site Meu INSS. Os trabalhadores que preferirem podem acessar os serviços pelo aplicativo Meu INSS, disponível para iOS e Android. Quem tiver problemas em acessar as plataformas ou preferir ligar pode entrar em contato pelo telefone 135.

Como cadastrar a senha

  • Informe dados pessoais como CPF, nome completo, telefone e email. Clique em "não sou um robô" e leia os termos de uso e política de privacidade. Se aceitar, vá em "continuar"

  • Responda a perguntas pessoais como ano, mês e dia de nascimento e clique em "continuar". Nas páginas seguintes será necessário responder questões sobre sua vida contributiva, como quando foi sua última contribuição para a Previdência, qual a faixa de salário e se já recebeu algum benefício previdenciário, por exemplo

  • Quando terminar de responder às questões, digite uma senha e clique em "criar senha". Depois, escolha "entrar com gov.br"

  • Na página seguinte, será preciso digitar o CPF e a senha cadastrada. O segurado terá que ler e aceitar os termos de uso e, em depois, chegará à página principal com a lista de serviços do Meu INSS

O que dá para fazer no Meu INSS?

Entre os serviços disponíveis no Meu INSS, os trabalhadores conseguem fazer pedidos, como de aposentadoria, pensão e salário-maternidade, por exemplo. Dá para acessar o Cnis, documento que traz detalhes sobre o período contributivo do segurado, e verificar o extrato de pagamentos. Também é possível acessar a carta de concessão de benefício e emitir o extrato de declaração do Imposto de Renda.

Segundo anúncio da semana passada, segurados que precisam de auxílio-doença também conseguirão anexar os atestados médicos pelo Meu INSS. Eles não precisarão ir até uma agência. Essa opção ainda depende de legislação para ser disponibilizada.

Apesar de aparecer na página inicial, o segurado não conseguirá acessar o simulador de aposentadoria, que está indisponível desde que a reforma da Previdência entrou em vigor, em novembro do ano passado.

Veja mais economia de um jeito fácil de entender: @uoleconomia no Instagram.
Ouça os podcasts Mídia e Marketing, sobre propaganda e criação, e UOL Líderes, com CEOs de empresas.
Mais podcasts do UOL em uol.com.br/podcasts, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e outras plataformas.

Economia