PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Italianos pedem a alemães: Ajudamos vocês após a 2ª Guerra, agora é sua vez

26.mar.2020 - Mulher caminha perto da Basílica de São Pedro, no Vaticano - Andreas Solaro/AFP
26.mar.2020 - Mulher caminha perto da Basílica de São Pedro, no Vaticano Imagem: Andreas Solaro/AFP

31/03/2020 11h48

Um grupo de políticos das regiões mais afetadas na Itália pelo novo coronavírus lançou hoje uma mensagem aos alemães: "Depois da Segunda Guerra Mundial, o mundo ajudou vocês. Agora é sua vez".

Em uma carta aberta que foi publicada pelo jornal alemão Frankfurter Allgemeine Zeitung, os italianos pedem aos "amigos alemães" que cedam aos pedidos de emissão conjunta de dívida pelos membros da zona do euro, os chamados eurobonds, em meio à atual crise.

De acordo com o site do Washington Post, os eurobonds foram fortemente rejeitados pelos países europeus com um peso de dívida relativamente baixo - incluindo a maior economia da zona do euro, a Alemanha - por temerem que esses instrumentos os vinculem a países com alto endividamento, como Itália ou Grécia, e desencorajem a austeridade.

Mas a ideia de um programa limitado de títulos de coronavírus encontrou um número crescente de apoiadores nos últimos dias, incluindo a presidente do Banco Central Europeu, Christine Lagarde, segundo o Financial Times.

O objetivo dos eurobonds, escreveu o grupo de italianos, não é fazer com que outras nações paguem pelas antigas dívidas da Itália, mas sim fornecer "meios suficientes para um grande plano de resgate europeu para a economia, a saúde e os setores sociais".

Eles acrescentaram que "as dívidas alemãs após 1945 atingiram 29,7 bilhões de marcos alemães" (mais de US$ 7 bilhões na época), quantia que o país "nunca teria sido capaz de pagar".

Por meio do alívio da dívida acordado por mais de 20 países - incluindo a Itália - a Alemanha Ocidental conseguiu evitar um "default" e prosperar nas décadas seguintes, afirmaram os políticos italianos.

Coronavírus liga alerta pelo mundo