PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Cotações

Dólar cai 3,26% na semana, a R$ 5,207; Bolsa tem queda semanal após 3 altas

Getty Images via BBC
Imagem: Getty Images via BBC

Do UOL, em São Paulo

24/07/2020 17h34

O dólar comercial teve desvalorização de 0,14% e fechou o dia cotado a R$ 5,207 na venda. Com isso, acumulou queda de 3,26% na semana. No ano, a moeda acumula alta de 29,76%. Ontem (23), a moeda norte-americana tinha subido 1,94%, negociada por R$ 5,213.

Após três baixas consecutivas, o Ibovespa, principal índice da Bolsa de Valores brasileira, fechou o dia praticamente estável, com leve alta de 0,09%, a 102.381,58 pontos. Na semana, porém, o índice acumulou queda de 0,49%, após três altas semanais consecutivas. No ano, o recuo é de 11,47%. Ontem (23), o índice teve desvalorização de 1,91%, fechando a 102.293,312 pontos.

O valor do dólar divulgado diariamente pela imprensa, inclusive o UOL, refere-se ao dólar comercial. Para quem vai viajar e precisa comprar moeda em corretoras de câmbio, o valor é bem mais alto.

Tensão entre EUA e China

No exterior, a China ordenou aos EUA que fechem seu consulado na cidade de Chengdu, reagindo à exigência feita por Washington nesta semana para que a Pequim feche seu consulado de Houston.

"O temor é que esse seja só o início da escalada das tensões que põem em xeque uma relação comercial de décadas entre os dois países", observou a equipe da corretora Rico em nota a clientes.

Do lado macro, as vendas de novas moradias unifamiliares nos Estados Unidos subiram mais do que o esperado em junho, amenizando receios sobre o ritmo da retomada econômica nos EUA, com os temores causados pela tensão com a China.

O mercado acompanhava ainda declarações do diretor de Política Monetária do Banco Central, Bruno Serra, de que a volatilidade cambial incomoda e está sendo estudada pela autoridade monetária, mas que há entendimento de que os instrumentos dos quais o BC dispõe não são adequados para atuação "para isso".

Para Álvaro Bandeira, economista-chefe do banco digital Modalmais, "(o dólar) pode voltar um pouco, e a tendência é que a moeda fique oscilando nessa faixa, mais próximo dos R$ 5,20".

*Com Reuters

Cotações