PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

CEO da Petrobras diz que 'não há disposição do governo em privatizar'

"Nós temos que trabalhar com o possível, não adianta ficar sentado na calçada chorando", afirma Roberto Castello Branco - SERGIO MORAES
"Nós temos que trabalhar com o possível, não adianta ficar sentado na calçada chorando", afirma Roberto Castello Branco Imagem: SERGIO MORAES

Do UOL, em São Paulo

25/08/2020 19h58

O presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, afirmou hoje que o governo não tem "disposição" para privatizar a estatal.

"Não há disposição do governo, do Congresso, em privatizar a Petrobras. Então a minha missão é transformá-la numa empresa de excelência", argumentou, em entrevista à CNN Brasil.

Castello Branco acrescentou: "Nós temos que trabalhar com o possível, não adianta ficar sentado na calçada chorando, reclamando. Temos que trabalhar e entregar."

Questionado se o governo tem intenções de implementar a "agenda liberal", o economista disse não saber:

"Quando se trabalha no setor público, seja na administração pública ou numa empresa estatal, você tem que pensar sempre que aquele dia pode ser seu último dia, mas trabalhar como se fosse ficar pela eternidade. Eu sigo esse princípio. Eu não sei se a agenda liberal vai ser implementada ou não, não estou em Brasília, não participo dessa discussão da equipe econômica", declarou o executivo, que ainda ressaltou que o governo não interfere nas decisões da empresa.

"Até agora eu tenho tido bastante liberdade para comandar a companhia de acordo com as boas práticas de gestão, não tenho tido nenhuma interferência do governo, pedidos para colocar fulano ou ciclano em tal cargo. Até a política de preços derivados, que era um verdadeiro tabu, nós temos sido livres para precificar o petróleo de acordo com os preços de mercado internacionais."