PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Serasa prorroga prazo para quitar dívidas até 8 de setembro

Todo o processo de renegociação de dívidas pode ser feito pela internet, embora o Serasa também ofereça atendimento presencial - Getty Images/iStockphoto
Todo o processo de renegociação de dívidas pode ser feito pela internet, embora o Serasa também ofereça atendimento presencial Imagem: Getty Images/iStockphoto

Do UOL, em São Paulo

31/08/2020 17h58

O Serasa Limpa Nome prorrogou o prazo para renegociação de dívidas até o dia 8 de setembro. A princípio, a ação terminaria hoje. O serviço vale para dívidas de R$ 200 a R$ 1 mil.

As dívidas podem ser negociadas pelo site da Serasa, aplicativo de celular ou pelo WhatsApp (11) 98870-7025.

"A ação tem beneficiado muita gente e, para ajudar ainda mais consumidores, resolvemos estender o prazo para que as pessoas possam aproveitar essa condição", declarou Lucas Lopes, diretor do Serasa Limpa Nome.

O procedimento, que quita dívidas por R$100 em conjunto com parceiros do Serasa Limpa Nome, já teve mais de 2,5 milhões de débitos. O Serasa projeta que mais de 21,5 milhões de dívidas possam ser pagas.

Como renegociar as dívidas?

Para negociar, é preciso preencher um cadastro (seja pelo site ou aplicativo, conforme informado acima).

No caso do uso de aplicativo ou consulta pelo portal, as informações financeiras e dívidas serão exibidas na tela. Para conhecer as condições oferecidas para pagamento, basta clicar na dívida para ser direcionado até uma nova página, onde serão apresentadas as opções de renegociação. Ao selecionar a opção, deve-se escolher se o pagamento será à vista ou parcelado, e a melhor data de vencimento.

A própria plataforma da Serasa gera os boletos, que podem ser pagos pela internet ou em qualquer agência bancária ou lotérica.

Se o consumidor preferir o atendimento presencial, a Serasa disponibiliza seus serviços nos Correios, oferecendo as mesmas condições de negociação nas mais de 7 mil agências espalhadas pelo Brasil.

Com informações da Agência Brasil