PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Cotações

Dólar emenda 3ª queda, a R$ 5,291, menor valor em um mês; Bolsa cai 1,17%

Do UOL, em São Paulo

03/09/2020 17h10

O dólar comercial emendou hoje (3) a terceira queda seguida e fechou com desvalorização de 1,27%, cotado a R$ 5,291 na venda, menor valor em um mês, desde 4 de agosto (R$ 5,284). Ontem (2) a moeda norte-americana tinha desvalorizado 0,49%, vendida a R$ 5,359.

O Ibovespa, principal índice da Bolsa de Valores brasileira, caiu pelo segundo dia, com recuo de 1,17%, a 100.721,36 pontos. Ontem, o índice fechou com queda de 0,25%, a 101.911,133 pontos.

O valor do dólar divulgado diariamente pela imprensa, inclusive o UOL, refere-se ao dólar comercial. Para quem vai viajar e precisa comprar moeda em corretoras de câmbio, o valor é bem mais alto.

Governo apresenta reforma administrativa

O governo apresentou hoje as linhas gerais da PEC (Proposta de Emenda à Constituição) da reforma administrativa, que será encaminhada ao Congresso.

A aparente "coordenação política" entre o presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Economia, Paulo Guedes foi um dos principais fatores que nortearam os mercados hoje, segundo Cristiane Quartaroli, economista do banco Ourinvest.

A queda do dólar ocorre após um mês de forte valorização, em agosto, com o real duramente pressionado por perspectivas pessimistas sobre a política brasileira. Houve boatos sobre possível fraqueza de Paulo Guedes dentro do governo, assim como temores sobre desrespeito ao teto de gastos diante das despesas causadas pela pandemia.

"Não sabemos até quando esse alívio se sustenta", disse Quartaroli.

Investidores também reagiram à divulgação de dados sobre a indústria brasileira, que iniciou o terceiro trimestre com aumento da produção pelo terceiro mês seguido e acima do esperado em julho.

*Com Reuters

Cotações