PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Mídia e Marketing

Luiza Trajano: "Sem diversidade, não há inovação nas empresas"

Reprodução
Imagem: Reprodução

Renato Pezzotti

Colaboração para o UOL, em São Paulo

22/09/2020 20h59

O Magazine Luiza tem sofrido ataques nas redes sociais desde que anunciou, na semana passada, que fará um programa de trainee exclusivo para negros, sob argumento de que a iniciativa seria ilegal e racista.

A empresária Luiza Helena Trajano, presidente do conselho de administração do Magazine Luiza, falou sobre o tema durante a 6ª edição do Fórum de Igualdade Racial, promovido pelo Grupo Mulheres do Brasil, na noite de hoje (22).

"Sem diversidade, [as empresas] não têm inovação, não têm criatividade. Esse final de semana entendi que temos que explicar mais o que é o racismo. Nós ainda temos que educar mais a população sobre isso", declarou a executiva, ao participar do painel 'Inclusão Racial do Mundo Corporativo'.

"Já havíamos tentado de tudo para ampliar a presença de negros no processo de trainee. A ideia de fazer um programa só para negros foi ótima. Sabíamos que seriamos bombardeados, mas nunca aconteceu uma repercussão deste tamanho", afirmou a executiva.

Sobre a variação no valor das ações da empresa, a executiva foi enfática. "Tivemos muitas respostas agressivas, mas não vamos abrir mão. Quebra de paradigma exige coragem. Se nossas ações caírem, não é nosso fim. Estamos aqui para mudar uma atitude", declarou. Apesar de toda repercussão, as ações da empresa tiveram uma pequena variação positiva nos últimos dias.

Discussão deve estar na agenda dos CEOs

Marcelo Melchior CEO da Nestlé; Jean Jereissati, CEO da Ambev e Mauricio Barros, CEO da DHL, também participaram do debate.

Para o CEO da Ambev, o papel do líder é levar o tema da diversidade à frente. "A transformação dói. O importante é ter consistência. Qualquer projeto neste sentido tem que ser de toda a organização. O que as empresas estão fazendo é insuficiente: temos que reconhecer que há muito a ser feito ainda", disse o CEO da Ambev.

"Diversidade é fundamental para a sobrevivência de uma empresa a longo prazo. Se nós não tivermos um espelho da sociedade brasileira, nunca teremos sucesso", declarou o CEO da Nestlé. "Não é assistencialismo: temos que ter uma diversidade total em toda nossa organização", afirmou Melchior.

Para o CEO da DHL, uma empresa precisa ter diversidade para alcançar melhores resultados. "Falar de diversidade é falar de respeito. O papel chave está em ser o exemplo, interno e externo. A gente tem um poder de influência muito grande dentro da organização", declarou Mauricio.

Mídia e Marketing