PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

SP paga nesta quarta 3 parcelas de R$ 100 de auxílio; veja se tem direito

Prefeitura de São Paulo divulga calendário de pagamento do Renda Básica Emergencial - Getty Images
Prefeitura de São Paulo divulga calendário de pagamento do Renda Básica Emergencial Imagem: Getty Images

Do UOL, em São Paulo

08/12/2020 11h32Atualizada em 08/12/2020 18h40

A Prefeitura de São Paulo informou que mais de 480 mil famílias receberão a partir de quarta-feira (9) o pagamento único referente às parcelas de outubro, novembro e dezembro de 2020 do Renda Básica Emergencial, benefício sancionado pelo prefeito Bruno Covas (PSDB) por causa da pandemia do novo coronavírus. Cada parcela tem o valor de R$ 100 por mês.

O calendário de pagamento será de acordo com o final do número do NIS (veja abaixo). O pagamento será feito em contas dos beneficiários na Caixa Econômica Federal.

Pessoas com deficiência, independentemente de idade, receberão um benefício no valor de R$ 200 por mês, não sendo válido para os que recebem o BPC (Benefício de Prestação Continuada).

Calendário

Final do NIS

  • 1 e 2 - Data do crédito: 09/12
  • 3 e 4 - Data do crédito: 10/12
  • 5 e 6 - Data do crédito: 11/12
  • 7 e 8 - Data do crédito: 14/12
  • 9 e 0 - Data do crédito: 15/12

A partir de amanhã, será possível consultar a situação do benefício por meio da Central e do Portal 156.

Benefício

O Renda Básica Emergencial é um benefício concedido às famílias em situação de vulnerabilidade inscritas no Bolsa Família até setembro deste ano e também às famílias de trabalhadores ambulantes do comércio informal que atendam aos critérios do Bolsa Família e que possuam TPU (Termo de Permissão de Uso) vigente ou que estejam cadastrados no sistema " Legal!" para o comércio ou prestação de serviços ambulantes.

O responsável familiar que possuir Conta Fácil, Conta Poupança Fácil ou Poupança na Caixa receberá o benefício nessa conta.

Para quem não possui conta na Caixa, a prefeitura informou que será aberta uma Conta Poupança Social Digital. Nesse caso, será possível receber o benefício pelo aplicativo "Caixa Tem" em um celular com acesso à internet.

Quem não tiver acesso à internet poderá sacar em uma agência, com documento de identificação válido com foto, respeitando o calendário.

A administração municipal ressaltou que não é necessário que os beneficiários se dirijam aos CRAS (Centros de Referência de Assistência Social), postos do Descomplica SP ou agências da Caixa para realizar cadastros ou solicitar a abertura de conta — o benefício será gerado automaticamente para as famílias que atendam aos critérios do programa.

Os canais de atendimento ao cidadão para dúvidas sobre o benefício são o site da Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social e a Central 156.

Aviso por SMS e carta

De acordo com a CGB (Coordenação de Gestão de Benefícios) de São Paulo, 428.142 munícipes receberão um SMS a partir de amanhã com a mensagem informando a data do pagamento. As mensagens serão enviadas no dia em que o pagamento cai para cada beneficiário. As 52.004 pessoas que não têm o cadastro de celular receberão uma carta pelo correio.

As contas que ainda não foram abertas automaticamente são de pessoas com documentação ou CPF irregulares ou alguma informação incompleta no cadastro.

Para esses casos, a Prefeitura informou que, junto à Caixa, está tomando "as ações necessárias para que essas contas sejam abertas o mais breve possível."