PUBLICIDADE
IPCA
1,25 Out.2021
Topo

Taxa de investimento melhora, mas segue perto do pior nível em 50 anos

João José Oliveira

Do UOL, em São Paulo

03/03/2021 09h50

A taxa de investimento da economia brasileira em relação ao tamanho do PIB (Produto Interno Bruto) fechou 2020 em 16,4%, acima dos 15,4%, de 2019. A taxa de poupança também apresentou melhora, de 12,5% para 15% no período.

Mas o avanço da taxa de investimento se deu mais pela piora do PIB que do crescimento dos investimentos. O investimento total, a chamada Formação Bruta de Capital Fixo (FBCF), apresentou em 2020 uma queda de 0,8%. Já o Produto Interno Bruto brasileiro registrou queda de 4,1% em 2020, na comparação com 2019. É o maior recuo anual da série iniciada em 1996. Essa queda interrompeu o crescimento de três anos seguidos, de 2017 a 2019, quando o PIB acumulou alta de 4,6%.

Ou seja, como o PIB caiu mais que o investimento, a participação do investimento na economia aumentou, mesmo tendo recuado em termos nominais.

Segundo economistas, elevar o investimento segue sendo um dos maiores desafios da economia brasileira no momento.

A participação de investimento no PIB ainda é a menor desde 1971. Se esse volume de investimentos não crescer, o Brasil terá mais uma década perdida, dizem economistas. O problema, apontam, é que a dívida pública e as incertezas sobre política econômica do governo afastam investidores, locais e estrangeiros.

PUBLICIDADE