PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

Cresce busca por trailer e motorhome para turismo e moradia na pandemia

Uma das explicações para alta na venda de motorhomes é dificuldade de sair do país na pandemia - Divulgação
Uma das explicações para alta na venda de motorhomes é dificuldade de sair do país na pandemia Imagem: Divulgação

Hygino Vasconcellos

Colaboração para o UOL, de Chapecó

17/04/2021 04h00

O volume de encomendas de trailers e motorhomes no país cresceu durante a pandemia. A percepção é dos próprios fabricantes, que notaram aumento de até 100% na procura no ano passado em comparação a 2019. Opção de moradia, turismo e lazer, o veículo está cada vez mais caro, principalmente por causa do dólar alto. Há modelos por R$ 435 mil.

Uma das explicações para o aumento na procura por essas casas móveis é a dificuldade de sair do país na pandemia de covid-19, com o fechamento de fronteiras e a suspensão de viagens aéreas.

Está caro viajar para fora

Também o custo de viagens internacionais influenciou "As pessoas começaram a buscar destinos nacionais em função da alta do dólar", diz Marcos Pinto, presidente da Anfatre (Associação Nacional dos Fabricantes de Trailers, Reboques e Engates) e dono de um fábrica de trailers em Itu (SP).

As restrições de funcionamento de hotéis são outro motivo para o aquecimento do setor, na avaliação de Walquíria Virgílio, diretora-administrativa da fabricante de motorhomes Globe Customs, de Uberlândia (MG).

Com receio da covid-19, muitos hóspedes preferiram não se arriscar e manter distância de outras pessoas, não se hospedando em hotéis. A ideia da casa móvel supre essa necessidade de hospedagem.

Há ainda pessoas que buscam motorhomes para realizar um sonho. "A pandemia fez as pessoas repensarem a própria vida, de ter liberdade, de viajar. Muitos resolveram realizar imediatamente aquele sonho que estava pendente, não queiram deixar passar o tempo", declara Walquíria.

Vista da cabine do motorhome da Estrella Mobil - Divulgação - Divulgação
Vista da cabine do motorhome da Estrella Mobil
Imagem: Divulgação

Aumento nas vendas de motorhome

Na Globe Custons a procura dobrou - de uma média de 15 para 30 veículos, na comparação de 2019 para 2020. Em 2021, as encomendas devem superar o registrado no ano passado. Para atender a demanda, foram contratados 35 novos funcionários, a maior parte para atuar na linha de frente da produção.

As vendas em alta fizeram uma empresa especializada em trailers também entrar no outro segmento. Com sede em Campo Alegre (SC), a Apolo Trailer produziu apenas um motorhome em 2020, mas neste ano já foram encomendadas 14 unidades. "O mercado está bem aquecido mundialmente. Esperamos que caminhe na mesma direção de sucesso dos trailers", afirma o proprietário da empresa, Alisson Paulo Ramos.

Na Estrella-Mobil, de Santa Bárbara (SP), foram negociados 50% a mais de motorhomes no ano passado em comparação a 2019 - pulou de 10 para 15 veículos. Na Adventure Travel, de Chapecó (SC) a elevação foi de 100% - de três para seis veículos entregues. "Tenho carro para entregar em março do ano que vem (2022)", declara o sócio-proprietário Paulo Raupp. Na Noeh Motorhome a procura triplicou, porém os números não foram repassados.

Vista interna de um motorhome da Estrella Mobil - Divulgação - Divulgação
Vista interna de um motorhome da Estrella Mobil
Imagem: Divulgação

Trailers também vendem mais

Além de ver um aumento na procura por motorhomes, a empresa também vendeu mais trailers. Os motorhomes são integrados à cabine do carro. Os trailers são rebocados. No ano passado houve uma elevação de 60% nas encomendas de trailers em relação a 2019: passou de 50 para 80 unidades. Neste ano, a Apolo espera produzir 100 trailers.

O setor de trailers atende um público mais jovem, diz Marcos PInto. "O casal que tem filhos pequenos tem perfil de comprar trailer, metade do valor de um motorhome. O trailer não dá manutenção, praticamente. É melhor para quem não pode viajar o tempo todo. Já o cliente do motorhome é mais velho e viaja frequentemente. E paga IPVA.", afirma Pinto.

Dólar alto deixou veículos mais caros

A alta do dólar deixou o valor desses veículos mais salgado. Algumas peças são importadas, como aquecedor de água, baterias e até o vaso sanitário. Na Globe Customs o preço médio para a customização de um motorhome saltou da casa dos R$ 110 mil para R$ 178 mil.

A diretora-administrativa da empresa explica que, além da oscilação cambial, alguns itens passaram a faltar no mercado, como alumínio, inox e eletrodomésticos.

O preço do frete para trazer os insumos ao país também cresceu. "Antes vinham quatro navios com material por mês de Nova York aos portos brasileiros. Agora são dois. O frete internacional dobrou de preço", diz Marcos Pinto.

Na empresa, os preços dos trailers foram reajustados. Em abril de 2019, o modelo mais caro estava R$ 359 mil, sem acessórios. Já em outubro de 2020, o mesmo modelo custava R$ 435 mil, aumento de 21%.