PUBLICIDADE
IPCA
1,16 Set.2021
Topo

CEO supera críticas após repassar R$ 5 mi de seu salário para funcionários

CEO da Gravity Payments, Dan Price reduziu seu salário em R$ 5,29 milhões ao ano para dar aumento a funcionários - Reprodução/Redes Sociais
CEO da Gravity Payments, Dan Price reduziu seu salário em R$ 5,29 milhões ao ano para dar aumento a funcionários Imagem: Reprodução/Redes Sociais

Colaboração para o UOL, em Santos

21/09/2021 16h06Atualizada em 22/09/2021 09h28

Há seis anos, o CEO Dan Price aumentou o salário de todos os funcionários de sua empresa de processamento de cartões de crédito, a Gravity Payments, com sede em Seattle, nos EUA, para pelo menos US$ 70.000 por ano (R$ 370 mil). Por sua atitude, ele foi aclamado como herói por alguns, mas recebeu previsões de falência de críticos. Porém, isso não aconteceu. Pelo contrário, a empresa está prosperando.

Para colocar em ação seu plano, Price reduziu o próprio salário em US$ 1 milhão (R$ 5,29 milhões).

Em entrevista à CBS News, Price contou que, por conta da redução em seu próprio salário, a empresa continua crescendo e o número de funcionários praticamente triplicou. O segredo, segundo ele, foi ter diminuído seu salário para R$ 370 mil por ano, o equivalente ao ganho de seus funcionários.

Para pagar as próprias contas, Price reduziu gastos supérfluos: vendeu uma segunda casa que possuía e aproveitou suas economias. Alguns especialistas financeiros, porém, ainda acreditam que a decisão de Price foi um grande risco.

"Isso vai contra o que as pessoas esperam e o que geralmente vemos em termos de corporações e empresas", disse Andrew Hafenbrack, professor assistente de Gestão e Organização da Foster School of Business da Universidade de Washington, em Seattle.

De acordo com o Economic Policy Institute, a remuneração média de um CEO é 320 vezes maior do que os salários de seus trabalhadores normais.

"Isso mostra que não é a única maneira de uma empresa ser bem-sucedida e lucrativa", disse Hafenbrack. "Você paga o que pode ganhar? Ou você paga o que considera ideal, razoável ou justo?".

Price disse que, apesar do sucesso que sua empresa teve com a nova política, ele se ressente do fato de outras empresas ainda não terem seguido o seu exemplo.

"Eu diria que isso é o fracasso. Sabe, eu sinto que tenho gritado do alto do telhado dizendo coisas como 'isso funciona, isso funciona, todo mundo deveria fazer isso!'. Só que um número zero de grandes empresas estão seguindo meu exemplo, porque os valores do sistema têm o maior retorno com o menor risco e a menor quantidade de trabalho", disse Price.

O CEO acredita que os retornos da Gravity aumentaram em grande parte porque salários maiores resultaram em funcionários extremamente leais.

"Nossa taxa de rotatividade foi cortada pela metade, então como tenho funcionários que ficam o dobro do tempo, o conhecimento deles sobre como ajudar nossos clientes aumentou. E esse retorno financeiro foi obtido pelo aumento dos salários e não pelo corte nos pagamentos", disse Price.

Redução voluntária durante a pandemia

A empresa sofreu um golpe durante a pandemia, perdendo 55% de seus negócios em março de 2020. Em determinado momento, Price percebeu que a Gravity estava a apenas quatro meses do colapso, mas se recuperou depois que seus funcionários aceitaram voluntariamente uma redução temporária em seus salários.

Entre os funcionários que se ofereceram como voluntários, estava o casal Carrie Chen e Alex Franklin. Seus salários foram reduzidos para US$ 40 mil (R$ 211 mil) por ano, o que representou 60% dos vencimentos reais.

Passada a crise, os salários de Carrie e Alex voltaram ao normal, e a Gravity os reembolsou pelos salários perdidos. O casal, porém, recusou o reembolso.

Grávida, Carrie acaba de dar à luz um bebê chamado Thomas. O casal garante que a política de salários criada por Price possibilitou que eles se planejassem para constituir uma família.

"Estamos no caminho certo para realizar o sonho americano, você sabe. Temos um lindo menino, uma casa maravilhosa, uma vida linda. Não estamos apenas vivendo, somos capazes de prosperar", disse Carrie.

Para retribuir o CEO por seus sacrifícios e pelos sonhos que ele tornou possíveis a todos, seus funcionários decidiram contribuir e comprar um carro para ele. Um gesto que significou muito para Price.

"Meus funcionários fizeram muito mais por mim do que eu jamais poderia fazer por eles. Então, o fato de quererem me dar um presente tão irreal e incrível é muito especial. Não sei se posso colocar em palavras", afirmou.

PUBLICIDADE