PUBLICIDADE
IPCA
1,25 Out.2021
Topo

Cotações

Bolsa opera em alta e dólar sobe a R$ 5,503 após aprovação de PEC; siga

Dólar comercial opera em baixa hoje - Getty Images via BBC
Dólar comercial opera em baixa hoje Imagem: Getty Images via BBC

Do UOL, em São Paulo*

10/11/2021 09h36Atualizada em 10/11/2021 16h47

A Bolsa de Valores e o dólar operam em alta na tarde de hoje, um dia após a aprovação pela Câmara dos Deputados em segundo turno da PEC dos Precatórios.

Por volta das 16h40 (de Brasília), o Ibovespa, principal índice da Bolsa de Valores brasileira, subia 0,66%, registrando 106.234,44 pontos. Ontem, o índice teve valorização de 0,59%, fechando a 105.402,391 pontos.

Já o dólar comercial, no mesmo horário, operava em alta de 0,15%, sendo negociado por R$ 5,503. Ontem, a moeda americana teve baixa de 0,83%, fechando a R$ 5,495 na venda.

O valor do dólar divulgado diariamente pela imprensa, inclusive o UOL, refere-se ao dólar comercial. Para quem vai viajar e precisa comprar moeda em corretoras de câmbio, o valor é bem mais alto.

PEC dos Precatórios

O mercado via com expectativa a votação do PEC (Proposta de Emenda à Constituição) dos Precatórios, aprovada ontem em segundo turno, na Câmara dos Deputados. A proposta abre folga de R$ 91,6 bilhões no Orçamento federal e viabiliza o Auxílio Brasil. A aprovação foi por 323 votos a favor e 172 contra, com uma abstenção. Eram necessários pelo menos 308 votos.

O Auxílio Brasil, novo programa social, que substituirá o Bolsa Família, prevê o pagamento de R$ 400 para cerca de 17 milhões de benefíciários até o fim de 2022, ano em que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) tenta a reeleição.

Para o diretor de investimentos da TAG Investimentos, Dan H. Kawa, a PEC está "longe de ser ideal" e ainda precisa ser confirmada, mas entre as opções vigentes, é a "menos pior" para a atual situação fiscal do país na visão do mercado.

A aprovação ocorreu mesmo após o STF confirmar a decisão da ministra Rosa Weber de suspender a execução orçamentária das emendas de relator, instrumento conhecido como "orçamento secreto" e usado nas negociações para a PEC.

O matéria agora segue para o Senado, onde não deve encontrar um caminho tão fácil.

Na avaliação da equipe econômica da CM Capital, o texto "deve encontrar mais resistência" no Senado, enquanto a decisão do STF pode gerar ruídos. "É possível que haja uma nova crise institucional envolvendo Executivo, Legislativo e Judiciário."

A pauta do dia também mostrou que a inflação oficial do Brasil acumulada em 12 meses entrou no quarto trimestre no maior nível do ano, com o IPCA também atingindo uma máxima para um mês de outubro em 19 anos.

"O dado coloca viés altista para nossa projeção de IPCA no ano e aumenta a probabilidade de uma alta maior do que a projetada para a Selic em dezembro", afirmou o estrategista-chefe do banco digital Modalmais, Felipe Sichel, a clientes.

Este conteúdo foi gerado pelo sistema de produção automatizada de notícias do UOL e revisado pela redação antes de ser publicado.

*Com informações da agência Reuters

PUBLICIDADE

Cotações