PUBLICIDADE
IPCA
0,73 Dez.2021
Topo

Cotações

Bolsa sobe mais de 1% e dólar é vendido a R$ 5,618, com variante no radar

UOL

Em São Paulo

29/11/2021 09h28Atualizada em 29/11/2021 15h28

O dólar comercial e a Bolsa operavam em alta na tarde de hoje, com os mercados de olho nos impactos da variante ômicron do coronavírus, recém-descoberta na África do Sul.

Por volta das 15h25 (de Brasília), a moeda norte-americana subia 0,4%, negociada a R$ 5,618. No mesmo horário, o Ibovespa, principal índice da Bolsa de Valores brasileira, operava em alta de 1,27%, atingindo 103.519,32 pontos.

Na sexta-feira (26) o dólar comercial teve alta de 0,55%, fechando a R$ 5,596 na venda, e a Bolsa fechou com baixa de 3,36%, a 102.259,742 pontos.

O valor do dólar divulgado diariamente pela imprensa, inclusive o UOL, refere-se ao dólar comercial. Para quem vai viajar e precisa comprar moeda em corretoras de câmbio, o valor é bem mais alto.

Variante no radar

De forma geral os mercados amanheceram analisando as últimas informações sobre a variante ômicron do coronavírus.

O temor de novos bloqueios à circulação de pessoas e fechamento de economias provocou uma onda de vendas de ativos de risco na sexta-feira passada, mas após as notícias do fim de semana investidores avaliavam chances de a nova cepa ser mais transmissível, porém menos letal, o que amenizaria a probabilidade de medidas mais drásticas como lockdowns.

Oficialmente o Brasil não registrou por ora casos da variante, e a elevada taxa de vacinação no país é um ponto a favor.

Ainda aqui, os mercados começavam uma semana forte em indicações econômicas e aguardavam a votação do parecer da PEC dos Precatórios na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) do Senado, para depois ser apreciada em plenário.

O imbróglio em torno da proposta tem mantido elevados os riscos de o governo recorrer a outros meios mais fiscalmente expansionistas para bancar o Auxílio Brasil, o que tem segurado o prêmio de risco nos mercados que deixa o dólar perto de R$ 5,60.

Este conteúdo foi gerado pelo sistema de produção automatizada de notícias do UOL e revisado pela redação antes de ser publicado.

(Com Reuters)

PUBLICIDADE

Cotações