PUBLICIDADE
IPCA
0,73 Dez.2021
Topo

Kennedy: Oposição votar contra PEC dos Precatórios seria tiro no pé

Colaboração para o UOL

02/12/2021 18h55

Em participação ao UOL News, o colunista Kennedy Alencar comentou a aprovação da PEC (Proposta de Emenda à Constituição) dos Precatórios no plenário do Senado em votação de segundo turno. A proposta aprovada abre espaço para o pagamento de R$ 400 aos beneficiários do Auxílio Brasil (ex-Bolsa Família) no próximo ano.

Para o colunista, a aprovação da PEC dá trunfo eleitoral para o presidente Jair Bolsonaro (PL). Além disso, na avaliação de Kennedy, a oposição votou a favor da proposta para não cair em armadilha política.

"A oposição entendeu que não podia se colocar contra o Auxílio Brasil, contra os recursos para o pagamento do programa social porque Bolsonaro acabou com o Bolsa Família. Recusar isso agora seria dar a ele um argumento eleitoral", argumentou o jornalista.

"A oposição não quis ficar contra o Auxílio Brasil e ser taxada na campanha eleitoral como responsável por dificultar ou viabilizar um programa social."

Entretanto, Kennedy lembrou que esta PEC é ruim porque fura o teto de gastos da pior maneira possível.

"O governo fez uma PEC dos Precatórios para furar o teto de gastos, que na prática é aumentar os gastos públicos. Esse aumento do gasto vai resultar no aumento da dívida pública que vai recair sobre todos os brasileiros, sobre impostos que a sociedade como um todo paga", pontuou.

PUBLICIDADE