PUBLICIDADE
IPCA
0,73 Dez.2021
Topo

Confira 15 dicas para fazer compras seguras no Natal e evitar golpes

Febraban dá 15 dicas para o consumidor não cair em armadilhas nesta época do ano - Povozniuk/iStock
Febraban dá 15 dicas para o consumidor não cair em armadilhas nesta época do ano Imagem: Povozniuk/iStock

Colaboração para o UOL, em Belo Horizonte

08/12/2021 15h45

Com a chegada do fim do ano e o recebimento do 13° salário, milhões de brasileiros aproveitam para ir às compras e garantir os presentes de Natal. Estabelecimentos e sites também oferecem inúmeras facilidades para estimular as vendas. Mas a Febraban (Federação Brasileira de Bancos) alerta que é justamente nesta época que quadrilhas aplicam golpes e, por isso, listou 15 dicas para os consumidores não caírem em armadilhas.

Em lojas virtuais

1 - Dê preferência a sites conhecidos e confira se o endereço do site é o verdadeiro

2 - Sempre use o cartão virtual para realizar compras na internet

3- Leia comentários de clientes que já utilizaram as plataformas

4 - Nunca clique em links desconhecidos para fazer suas compras e nem em links recebidos por WhatsApp e SMS

5 - Verifique com atenção as formas de pagamento oferecidas pelo e-commerce e desconfie quando existem poucas opções

6 - Desconfie das promoções cujos preços sejam muito menores que o valor real do produto

7 - Nunca clique em links que peçam sincronização, atualização, manutenção de token, app ou cadastro do banco

8 - Antes de incluir o número do cartão, veja, na barra do navegador, se está na página certa e oficial da loja

9 - Não compartilhe sua senha com amigos e parentes ou encaminhe senhas por aplicativos de mensagens, e-mails ou SMS

10 - Nunca utilize dados pessoais como senha (ex. data de aniversário, placa de carro, etc.) nem números repetidos ou sequenciais (ex. 111111 ou 123456); não anote senhas em papel, celular ou computador

11 - Se for pagar com Pix, sempre faça o pagamento dentro do ambiente da loja virtual. Quando o varejista fornecer o código QR Code, confira com atenção todos os dados do pagamento e se a loja escolhida é realmente quem irá receber o dinheiro. Faça a transferência somente depois dessa checagem detalhada

12 - Se for pagar a compra com boleto, confira quem é a empresa beneficiária que aparece no momento do pagamento do boleto, no aplicativo ou site do banco. Se o nome for diferente da marca ou empresa onde a compra foi feita, a transação não deve ser concluída

Em físicas ou shoppings

13 - Passe você mesmo o cartão na maquininha em vez de entregá-lo para outra pessoa

14 - Sempre confira o valor na maquininha antes de digitar a sua senha. E proteja o código de segurança

15 - Ao terminar de realizar uma compra na maquininha, verifique o nome no cartão para ter certeza de que realmente é o seu. Golpistas podem se aproveitar de distrações para trocar o seu cartão

Segurança no mundo cibernético

Segundo a Febraban, golpes são realizados inclusive com a chamada "engenharia social", mecanismo para captar informações confidenciais e dados pessoais dos consumidores.

"Ao longo deste ano, a Febraban e seus bancos associados investiram de maneira massiva em campanhas e ações de conscientização em seus canais de comunicação com os clientes para orientar toda a sociedade sobre como se conectar de forma segura no mundo cibernético. É preciso estar sempre atento, mas em épocas como o Natal, em que o volume de compras é muito maior, o cuidado tem que ser redobrado", alerta Adriano Volpini, diretor do Comitê de Prevenção a Fraudes da Febraban .

O consumidor deve redobrar a atenção durante as compras, pois são comuns as abordagens criminosas com páginas falsas que simulam e-commerce, promoções falsas enviadas por e-mail, SMS e mensagens de WhatsApp, e perfis falsos que investem em mídia para aparecer em páginas e stories de redes sociais.

PUBLICIDADE