PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

BBB 22: Prêmio é o mesmo há 12 anos e deveria ser bem maior pela inflação

O prêmio do BBB para o vencedor é de R$ 1,5 milhão desde 2010 e ficou defasado - Divulgação / TV Globo
O prêmio do BBB para o vencedor é de R$ 1,5 milhão desde 2010 e ficou defasado Imagem: Divulgação / TV Globo

Nicole D'Almeida

Colaboração para o UOL, em São Paulo

16/01/2022 04h00Atualizada em 16/01/2022 11h39

O prêmio do Big Brother Brasil 22, de R$ 1,5 milhão, é um dos atrativos que levam os brothers a se confinarem na casa. Mas, além de fama e exposição, os jogadores poderiam levar para casa um valor ainda maior, caso fosse corrigido pela inflação.

O programa, que começou pagando R$ 500 mil ao primeiro colocado em 2002, já foi alterado duas vezes ao longo de 20 anos. Da primeira à quarta edição o vencedor recebia R$ 500 mil, da quinta à nona, R$ 1 milhão e, a partir da décima, R$ 1,5 milhão. Agora, está há 12 anos sem reajuste.

"Como o valor nominal é o mesmo desde 2010, o prêmio está com mais de uma década de desvalorização, se considerarmos a inflação acumulada no período, que foi de 98,71%", explica Matheus Peçanha, pesquisador e economista do FGV Ibre (Fundação Getúlio Vargas - Instituto Brasileiro de Economia).

Qual seria o prêmio do BBB se fosse corrigido pela inflação?

Para chegar a esse valor, podemos partir de duas comparações: o valor pago na primeira edição, que era de R$ 500 mil, e o valor mais recente, atualizado em 2010, quando subiu para R$ 1,5 milhão.

Caso o prêmio de 2010 fosse pago hoje, corrigido pela inflação, ele teria de ser de R$ 2.980.682,70.

Mas, se o prêmio de R$ 500 mil da primeira edição de 2002 fosse atualizado, o valor seria de R$ 1.663.435,20, afirma Peçanha.

Outra forma de pensar sobre a desatualização do prêmio é comparar o número de salários mínimos que compunham a premiação.

A Globo pagou a Marcelo Dourado, vencedor da 10ª edição do programa, cerca de 2.941 salários mínimos que, na época, era de R$ 510. Já na edição deste ano, o ganhador levará para casa 1.237 salários mínimos, de R$ 1.212.

É possível também analisar a desidratação do prêmio considerando o valor do dólar, que disparou nos últimos anos. Em 2010, a moeda norte-americana valia menos de R$ 2. Com isso, Dourado conseguia comprar mais de US$ 750 mil com seu prêmio. Neste ano, com o dólar a R$ 5,53 (cotação do dia), será possível adquirir cerca de US$ 271 mil.

Peçanha lembra que quando, o valor nominal do prêmio é mantido de um ano para o outro, ele perde valor em termos reais, em relação ao ano anterior.

"No entanto, as duas atualizações de prêmio (em 2005 e em 2010) mais do que cobriram a inflação no período em que foram estipuladas: os R$ 500 mil de 2002 eram equivalentes a R$ 655.805,40 em 2005, quando foi atualizado para R$ 1 milhão (ganho real de 52,5%); e esse mesmo milhão de 2005 equivalia a R$ 1.245.040,90 em 2010, quando foi atualizado para R$ 1,5 milhão (ganho real de 20,5%)", afirma o pesquisador.

Considerando essas informações, os ganhadores que mais saíram em vantagem foram Jean Wyllys, do BBB 5, e Marcelo Dourado, do BBB 10.

Contudo, isso não significa que não vale mais a pena vencer o BBB atualmente. Além do valor em dinheiro, há os diversos prêmios disputados no decorrer das provas. Há ainda a fama que, para alguns, rende contratos com publicidades, aparições em programas, entre outros.

PUBLICIDADE
Errata: o texto foi atualizado
Uma versão anterior deste texto informava incorretamente que o valor do prêmio mudou três vezes ao longo da história do programa. Na verdade, mudou duas vezes. A informação foi corrigida.