PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

Mercado eleva para 5,56% a estimativa de inflação em 2022, aponta Focus

Estimativa consta na nova pesquisa Focus, realizada pelo Banco Central, divulgada hoje -
Estimativa consta na nova pesquisa Focus, realizada pelo Banco Central, divulgada hoje

Colaboração para o UOL, em São Paulo *

21/02/2022 09h03Atualizada em 21/02/2022 10h31

Especialistas deram sequência à série de altas na expectativa para a inflação este ano, indo bem acima do teto da meta, apesar de terem reduzido com força o cenário para a pressão de preços, mostrou a pesquisa Focus, realizada pelo Banco Central.

O levantamento divulgado nesta segunda (21) aponta que a projeção da alta do IPCA este ano agora é de 5,56%, 0,06 ponto percentual a mais do que na semana anterior. Para 2023, a expectativa de inflação segue sendo de 3,5%.

O centro da meta oficial para a inflação em 2022 é de 3,5%, e, para 2023, é de 3,25%, sempre com margem de tolerância de 1,5 ponto percentual para mais ou menos.

Os economistas do mercado financeiro mantiveram a previsão para o IPCA em fevereiro deste ano em alta de 0,85%. Para março, a projeção no Focus passou de alta de 0,52% para 0,54%.

A piora da projeção ocorre mesmo com os especialistas reduzindo a conta para a alta dos preços administrados em 2022 a 4,80%, de 4,99% antes. Por outro lado, para o ano que vem, a projeção aumentou em 0,17 ponto, a 4,17%.

Para o PIB (Produto Interno Bruto), as estimativas de crescimento foram mantidas em 0,30% em 2022 e 1,50% em 2023. Também não sofreu alteração o cenário para a taxa básica de juros, com a Selic ainda calculada em 12,25% ao final deste ano e em 8,0% no próximo.

Já para o câmbio (real-dólar americano), a estimativa para este ano passou de R$ 5,58 para R$ 5,50, ante os R$ 5,60 que eram estimados quatro semanas atrás. Para 2023, passou de R$ 5,45 para R$ 5,36, ante R$ 5,50 de um mês antes.

* Com informações da Estadão Conteúdo e da Reuters, em Brasília e São Paulo