PUBLICIDADE
IPCA
0,47 Mai.2022
Topo

Imposto de Renda: Receita Federal recebe mais de 36 milhões de declarações

Quantidade de declarações entregues superou expectativa da Receita Federal - Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Quantidade de declarações entregues superou expectativa da Receita Federal Imagem: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Do UOL, em São Paulo

01/06/2022 09h39Atualizada em 01/06/2022 10h56

A Receita Federal recebeu mais de 36 milhões de declarações de Imposto de Renda até às 24 horas desta terça-feira (31) e encerrou o prazo para a prestação de contas de pessoas físicas com um número que superou as expectativas do órgão.

Segundo comunicado divulgado pela Receita, o total de declarações recebidas foi de 36.322.912. A quantidade esperada era de 34,1 milhões de declarações.

A partir de agora quem estava obrigado a entregar a declaração e não fez o procedimento até o fim do prazo estará sujeito a multa. O valor da penalidade é de 1% ao mês, sobre o valor do imposto de renda devido, limitado a 20% do valor do imposto de renda. O valor mínimo da multa é de R$ 165,74.

A multa é gerada no momento da entrega da declaração e a notificação de lançamento fica junto com o recibo de entrega e o contribuinte terá 30 dias para pagar a multa. Após este prazo, começam a correr juros de mora, que seguem a taxa Selic.

Número de declarações recebidas é 'surpreendente'

Por meio de nota, a Unafisco (Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil) afirmou que considera as mais de 36 milhões de declarações recebidas uma quantidade "surpreendente" e que o valor se deve à não correção da tabela do imposto de renda. Segundo a associação, ela está defasada em 134,53%.

"É evidente que esse crescimento exponencial dos declarantes decorre do fato de a massa de contribuintes, particularmente proveniente da classe média-quase-pobre, ter tido uma pequena melhora salarial e ter se visto obrigada a declarar, o que é uma injustiça enorme, já que os grandes contribuintes, os super ricos, não pagam imposto por conta da isenção da tributação da distribuição de lucros", diz a Unafisco.

A associação afirma ainda que o "governo deveria atualizar a tabela do IR e isentar quem ganha até R$ 4.465,00 para promover um pouco de justiça fiscal".

Receita pagou primeiro lote da restituição

A Receita Federal pagou na terça-feira (31) o primeiro lote de restituições do Imposto de Renda 2022. O pagamento é feito na conta bancária indicada pelo contribuinte na declaração.

Nesta primeira leva, são contemplados os contribuintes que têm preferência no pagamento, como idosos, pessoas com deficiência e professores, além das pessoas que enviaram a declaração no início do prazo de entrega, em março.

Para saber se sua declaração foi liberada, você deverá acessar o site da Receita. Também é possível checar o pagamento pelo aplicativo Meu Imposto de Renda, disponível para os sistemas Android e iOS.