Leilão da Receita tem iPhone 14; prazo para enviar lances encerra hoje

Os lances para o novo leilão da Receita Federal com mercadorias e veículos apreendidos podem ser enviados até as 21h desta segunda-feira (18). Notebooks, smartphones e até carretas estão distribuídos em 350 lotes disponíveis para pessoas físicas e jurídicas.

IPhones estão à venda

O leilão será totalmente online. A Delegacia da Receita em Ribeirão Preto (SP) realizará o evento na terça-feira (19), a partir das 10h. Os interessados devem enviar suas propostas no site Sistema de Leilão Eletrônico, acessado pelo e-CAC (Centro Virtual de Atendimento ao Contribuinte) mediante o uso de identidades digitais da conta "gov.br" com nível de confiabilidade prata ou ouro. O edital pode ser acessado neste link.

Os lances só valem para lotes de produtos. Na prática, o comprador tem de fazer uma proposta para arrematar o lote inteiro e não apenas um ou outro item.

iPhone 14 está entre os itens que podem ser adquiridos. Há lotes com smartphones da Apple, incluindo o iPhone 14, disponível inicialmente por R$ 4.000 ou R$ 5.000. A Receita Federal alerta que smartphones devem ser comprados para uso pessoal e não para revenda.

Lote com carrinho de bebê é o mais barato, com lance mínimo de R$ 300. Um lote com sistemas computadorizados de portas automáticas para plataformas de embarque e desembarque é o mais caro: o preço inicial é de R$ 2 milhões.

Os interessados ainda podem ver os produtos ao vivo. Os lotes estão distribuídos em diferentes locais e unidades da Receita no estado de São Paulo —Araraquara, Franco da Rocha, São Sebastião, Santos, Presidente Prudente, São José do Rio Preto, Sorocaba e Taubaté— e poderão ser examinados após agendamento, nos endereços, datas e horários indicados no edital do leilão.

Apenas duas pessoas são permitidas na visitação. O tempo de permanência no local é 1h, salvo disponibilidade. No caso de pessoa física, será necessária a apresentação de documento oficial com foto. Pessoas jurídicas devem apresentar contrato social ou documento equivalente, além de documento oficial de identificação do sócio responsável ou do procurador legalmente constituído.

As fotos dos lotes estão disponíveis na página da Receita Federal.

Deixe seu comentário

Só para assinantes