Quer investir na privatização da Sabesp? Saiba quem pode e como aplicar

A privatização da Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) tem conclusão prevista para o dia 22 de julho. Até lá, os investidores de pequeno ou grande porte terão o direito de comprar fatias a partir de R$ 1 na privatização da principal empresa de saneamento do Brasil.

O que aconteceu

O governo do Estado de São Paulo abriu a fase final para a venda da Sabesp. Com as etapas para a oferta de ações definidas, ficou também disponibilizado as formas como os investidores poderão financiar a privatização. O desejo é levantar R$ 16,5 bilhões ao final do processo.

Privatização vai dissolver a participação de 50,3% do governo na empresa. A nova divisão estabelece que o Executivo estadual ficará com 18,3% dos ativos. A distribuição das ações no mercado será de 17% e os demais 15% serão do investidor de referência, a ser definido em 15 de julho.

Prospecto menciona três empresas como as principais concorrentes. O documento disponibilizado ao mercado financeiro citas as empresas Aegea Saneamento e Participações, Iguá Rio de Janeiro e BRK Ambiental Participações como aquelas que disputam a posição de investidor de referência.

O vencedor será determinado pelo maior volume de transação e o preço ponderado mais elevado. Em 15 de julho, será divulgado o nome do investidor de referência escolhido. A precificação da oferta será feita em 18 de julho, e a liquidação da operação está marcada para 22 de julho.

Como investir

O ingresso de pessoas físicas e jurídicas na oferta tem aporte mínimo de R$ 1. Para os que desejam em uma fatia dos 17% da Sabesp, é necessário manifestar a preferência. Os valores para os que optarem para participação nos fundos de privatização com desembolsos variam entre R$ 1 e R$ 1 milhão.

Período para reservar as ações começa em 1º de julho. A manifestação do interesse das pessoas físicas deve ser encaminhada até o dia 15 de julho, por meio de qualquer corretora, pelos chamados FIA (Fundos de Investimento em Ações)-Sabesp.

Essa parcela é destinada a qualquer investidor e voltada, principalmente, para as pessoas físicas e fundos de investimentos em ações que não querem ter uma participação de 15% na companhia.
Felipe Martins Passero, CFA e sócio da InvestSmartXP

Continua após a publicidade

Aposentados e funcionários da Sabesp têm direito a prioridade. Fora dos fundos de investimento, empregados e aposentados e investidores da oferta não institucional podem aplicar valore de, no mínimo, R$ 100 na empresa. As solicitações devem ser realizadas pelos Pedidos de Reserva Empregados/Aposentados.

Compra direta é outra maneira de realizar o investimento. A procura pelo mercado financeiro é outra forma de investir na Sebesp. Atualmente, as ações da empresa são cotadas na casa dos R$ 77, com valorização superior a 40% nos últimos 12 meses. Para as ofertas diretas ligadas ao processo de privatização, o valor mínimo é de R$ 100.

A orientação é para os investidores não venderem as ações, porque a empresa vai ter, no longo prazo, espaço para cortar despesas, custo operacional e ampliar seus investimentos.
Flávio Conde, analista da Levante Investimentos

Investidores da Sabesp vão receber 25% do lucro líquido da empresa. A liquidação da oferta de privatização marca também uma nova política de desembolso dos dividendos da empresa. Os pagamentos devem também ser ampliados pelos demais rendimentos obtidos pela companhia.

Quem é a Sabesp

A Sabesp está presente em 375 municípios. Fundada em 1973, a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo realiza serviços de abastecimento de água, coleta e tratamento de esgoto em todas as regiões do estado.

Continua após a publicidade

Empresa a ser privatizada atende mais de 28 milhões de habitantes. A companhia abastece 70% da população residente no estado de São Paulo. O total faz da Sabesp a empresa do setor com mais atendidos nas Américas.

A companhia é uma das maiores do ramo em receita. Em 2023, a Sabesp registrou lucro líquido de 3,52 bilhões. O valor é 12,82% superior ao apurado em 2022, quando houve um salto ainda maior, de 35,4%, ante o ano anterior.

Deixe seu comentário

Só para assinantes