PUBLICIDADE
IPCA
+0,83 Mai.2021
Topo

Fed deve manter juros enquanto busca equilíbrio

Gary Cameron/Reuters
Imagem: Gary Cameron/Reuters

Howard Schneider

16/03/2016 09h48

WASHINGTON, 16 Mar (Reuters) - O Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos), deve deixar inalterada a taxa de juros nesta quarta-feira (16) enquanto avalia de um lado as contínuas preocupações sobre a saúde da economia global e de outro novos sinais de inflação no país.

O banco central, que elevou os juros em dezembro pela primeira vez em quase uma década, mostrou-se cauteloso em sua última reunião de política monetária em janeiro, em meio aos fortes recuos dos mercados financeiros, preços mais fracos do petróleo e queda das expectativas de inflação.

O comunicado do Fed, que será divulgado às 15h (horário de Brasília) junto com projeções econômicas atualizadas, vai mostrar o nível de conforto das autoridades em prosseguir com a trajetória de aumentos graduais dos juros que adotaram no ano passado.

A presidente do Fed, Janet Yellen, falará em entrevista à imprensa às 15:30 (horário de Brasília).

Inflação e emprego

Uma recente série de dados econômicos fortes do país, incluindo o crescimento inesperadamente mais rápido da geração de empregos em fevereiro, acalmou temores de que fatores externos negativos, e as condições financeiras mais apertadas que eles provocaram, pudesse tirar a economia norte-americana dos trilhos.

A inflação também tem mostrado sinais de estabilização, com uma medida publicada pelo Fed de Dallas subindo para 1,9%, pouco abaixo da meta de médio prazo do Fed de 2%. Além disso, a taxa de desemprego, em 4,9% em fevereiro, está perto do nível que muitas autoridades do Fed consideram que representa pleno emprego.

Brasileiros ricos contam por que trocaram o país pela Flórida

BBC Brasil