Bolsas

Câmbio

Mercados asiáticos caem com temores sobre crescimento global, índices chineses têm leve queda

XANGAI/SYDNEY (Reuters) - As ações chinesas encerraram as operações desta quarta-feira (4) praticamente estáveis, com o mercado de Xangai sob pressão próximo do nível técnico de resistência e após sinais de fraqueza da atividade industrial.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, recuou 0,13%. Já o índice de Xangai teve queda de 0,05%, a 2.991 pontos, sendo seu nível de resistência a marca dos 3.000 pontos.

Os outros mercados da região também caíram em meio à inquietação dos investidores com a fraqueza do crescimento global e com a deflação, o que atingiu as commodities e aumentou a demanda pela segurança dos títulos governamentais.

O corte da taxa de juros pelo banco central da Austrália na terça-feira, o primeiro em um ano, destacou ainda mais como a ameaça da deflação está se espalhando pelo mundo.

  • Em Tóquio, o índice Nikkei não teve operações.
  • Em Hong Kong, o índice Hang Seng caiu 0,73%, a 20.525 pontos.
  • Em Xangai, o índice SSEC perdeu 0,05%, a 2.991 pontos.
  • O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, retrocedeu 0,13%, a 3.209 pontos.
  • Em Seul, o índice Kospi teve desvalorização de 0,49%, a 1.976 pontos.
  • Em Taiwan, o índice Taiex registrou baixa de 1,31%, a 8.185 pontos.
  • Em Cingapura, o índice Straits Times desvalorizou-se 1,36%, a 2.773 pontos.
  • Em Sydney, o índice S&P/ASX 200 recuou 1,54%, a 5.271 pontos.

(Por Samuel Shen, Pete Sweeney e Wayne Cole)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos