Bolsas

Câmbio

Preços caem 4% com temor de derrocada no mercado caso Grã-Bretanha deixe UE

Por Barani Krishnan

NOVA YORK, 16 Jun (Reuters) - Os preços do petróleo caíram cerca de 4 por cento e atingiram mínimas em um mês nesta quinta-feira, o sexto dia consecutivo de queda, por temores de uma turbulência econômica global no caso de a Grã-Bretanha decidir deixar a União Europeia.

É a maior sequência negativa para o petróleo desde janeiro, quando os preços caíram por sete dias seguidos antes de atingir mínimas em 12 anos, abaixo de 30 dólares o barril, por preocupações sobre um excesso de oferta global.

O dólar em alta tem pesado sobre o petróleo e outras commodities em meio às especulações sobre a Grã-Bretanha. A moeda norte-americana atingiu máxima de duas semanas nesta quinta-feira, antes de recuar frente à libra quando a Grã-Bretanha suspendeu campanhas sobre sua permanência ou não na UE, após um ataque matar uma parlamentar.

O petróleo devolveu perdas com a alta da libra, mas voltou a cair após o fechamento, atingindo novas mínimas no dia.

O primeiro contrato do Brent fechou em queda de 1,78 dólar, ou 3,6 por cento, a 47,19 dólares o barril. Após o fechamento, o contrato chegou a cair para 46,94 dólares, mínima desde 12 de maio.

Já o petróleo nos EUA fechou em queda de 1,80 dólar, ou 3,8 por cento, a 46,21 dólares o barril, tendo tocado mínima desde 13 de maio de 45,91 dólares o barril após o fechamento.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos