Bolsas

Câmbio

Citigroup funde negócios bancários ao consumidor de Europa, Ásia, Oriente Médio e África

HONG KONG/NOVA YORK, 7 Jul (Reuters) - O Citigroup vai fundir a unidade de banco de varejo voltada para a região que inclui Europa, Oriente Médio e África (Emea) com a Ásia, área de maior lucro para o negócio fora da América do Norte, de acordo com um memorando interno visto pela Reuters nesta quinta-feira.

O movimento, que fará as receitas dos consumidores de cinco países - Barein, Polônia, Rússia, Emirados Árabes e Reino Unido - se consolidar com a Ásia, não terá impacto sobre o número de funcionários da equipe na Emea ou na Ásia, disse uma pessoa com conhecimento direto do assunto.

O Citigroup parou de divulgar a receita da unidade de varejo da região Emea no início do ano passado, após divulgar balanços de 2014. A região não teve muito impacto sobre a instituição após o Citigroup sair de países onde não estava fazendo dinheiro suficiente para manter suas operações.

Em 2014, a instituição mostrou perda na unidade de consumo da Emea de 7 milhões de dólares e receita de 1,4 bilhão, inferior a 2 por cento da receita total Citigroup no período.

Desde o fim de março, a Emea representava apenas 1,5 por cento dos empréstimos ao consumidor em atividade, segundo divulgação em abril.

James Griffiths, um porta-voz do Citigroup em Hong Kong, confirmou o conteúdo do memorando.

O Citi anunciou em fevereiro que pretende vender suas operações de banco de varejo e cartões de crédito no Brasil, na Argentina e na Colômbia, e concentrar esforços em clientes corporativos e institucionais nos três países.

(Reportagem de Sumeet Chatterjee e David Henry)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos