Bullard, do Fed, reforça visão de uma alta de juros nos EUA

ST. LOUIS, EUA, 12 Jul (Reuters) - O presidente do Federal Reserve de St. Louis, James Bullard, reforçou nesta terça-feira sua visão de que apenas uma alta da taxa de juros será necessária no futuro relevante, apesar da forte recuperação no crescimento do emprego nos Estados Unidos em junho.

Bullard, membro votante no comitê de política monetária do banco central norte-americano, mudou recentemente sua visão, concluindo que os EUA entraram em período persistente de crescimento, inflação e desemprego baixos.

A taxa de juros apropriada para o Fed, disse ele, também é baixa, exigindo apenas uma única alta a menos que algum choque inesperado leve a economia para uma situação melhor ou pior.

Em declarações peparadas, Bullard não mencionou o relatório de emprego mais forte do que o esperado divulgado na semana passada, que mostrou que a economia norte-americana criou 287 mil vagas em junho.

Mas segundo sua nova visão, argumentou que o cenário do Fed não precisa mudar até que esteja claro que um evento significativo, como recessão ou salto na produtividade, mude o "regime".

"A política de juros deve permanecer essencialmente estável no horizonte de projeção para continuar consistente com o atual regime", disse ele.

O Fed não deve elevar os juros em sua próxima reunião, neste mês, já que avalia o crescimento constante do emprego nos EUA diante da persistente inflação baixa e série de eventos globais que apresenta riscos à recuperação econômica.

(Reportagem de Howard Schneider)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos