Bolsas

Câmbio

Índices chineses fecham em queda, mercados aguardam juros britânicos

XANGAI/TÓQUIO (Reuters) - As bolsas chinesas recuaram nesta quinta-feira (14) com investidores vendendo ações de metais, mineração e matérias-primas após dados fracos de comércio do país.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, caiu 0,19%, enquanto o índice de Xangai perdeu 0,22%.

As importações em junho caíram 8,4% sobre o ano anterior, muito pior do que as expectativas de analistas, de acordo com dados divulgados após o fechamento do mercado na quarta-feira. As exportações também recuaram mais do que o esperado.

Na contramão, o índice MSCI que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão avançava 0,68% às 7h29, permanecendo próximo da máxima de oito anos com investidores apostando que o banco central britânico cortará a taxa de juros para afastar o risco de recessão após a decisão do Reino Unido de deixar a União Europeia.

Já o índice japonês Nikkei fechou em alta de quase 1 por cento, impulsionado pelo iene mais fraco após a agência de notícias Bloomberg noticiar que o ex-chairman do Federal Reserve Ben Bernanke mencionou a ideia de bônus perpétuos durante discussões com um dos conselheiros do primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, em abril.

  • Em Tóquio, o índice Nikkei avançou 0,95%, a 16.385 pontos.
  • Em Hong Kong, o índice Hang Seng subiu 1,12%, a 21.561 pontos.
  • Em Xangai, o índice SSEC perdeu 0,22%, a 3.053 pontos.
  • O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, retrocedeu 0,19%, a 3.276 pontos.
  • Em Seul, o índice Kospi teve valorização de 0,16%, a 2.008 pontos.
  • Em Taiwan, o índice Taiex registrou alta de 0,1%, a 8.866 pontos.
  • Em Cingapura, o índice Straits Times desvalorizou-se 0,13%, a 2.906 pontos.
  • Em Sydney, o índice S&P/ASX 200 avançou 0,43%, a 5.411 pontos.

(Reportagem de Nathaniel Taplin, Hideyuki Sano e Nichola Saminather)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos