Bolsas

Câmbio

Mercado europeu é impulsionado por ações de consumo e saúde

Por Sudip Kar-Gupta

LONDRES (Reuters) - Os mercados acionários europeus avançaram nesta terça-feira diante dos ganhos entre as maiores ações de saúde e bens de consumo, compensando parcialmente as persistentes preocupações com o sistema bancário da região.

O índice das principais ações europeias FTSEurofirst 300 fechou com alta de 0,15 por cento, a 1.346 pontos. O índice pan-europeu STOXX 600 subiu 0,1 por cento, a 341 pontos.

Os papéis de saúde tiveram desempenho superior e foram os que mais impulsionaram o mercado, com o produtor dinamarquês de insulina Novo Nordisk tendo alta de 2,9 por cento após a corretora Nordea prever outro impulso para a companhia de produtos diabéticos Victoza.

Algumas ações de bens de consumo e lazer também tiveram desempenho superior, com a Hermès, a produtora de bebidas Campari e a companhia de roupas esportivas Adidas atingindo máximas recordes.

Entretanto, as ações de bancos voltaram a ficar sob pressão antes da divulgação na sexta-feira de testes de estresse europeus.

Os bancos têm apresentado a pior performance entre os setores este ano devido a preocupações de que o capital está sendo comprimido pelas pressões de margens provocadas pelos juros muito baixos.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,21 por cento, a 6.724 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,49 por cento, a 10.247 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,15 por cento, a 4.394 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 0,03 por cento, a 16.697 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 0,18 por cento, a 8.560 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 0,43 por cento, a 4.674 pontos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos