Bolsas

Câmbio

FMI pede que países usem todas as ferramentas para impulsionar crescimento

David Lawder e Leika Kihara

  • Saul Loeb/AFP

WASHINGTON (Reuters) - O comitê de direção do Fundo Monetário Internacional (FMI) pediu no sábado aos países-membros para usar todas as ferramentas políticas para apoiar uma recuperação econômica global, que continua "lenta e desigual".

"No geral, a incerteza e os riscos descendentes estão elevados, enquanto antigos ventos contrários persistem", disse o comitê do Fundo, em comunicado.

"Nós reforçamos nosso compromisso com o crescimento forte, sustentável, inclusive, gerador de emprego e mais equilibrado. usaremos todas as ferramentas políticas - reformas estruturais, políticas fiscais e monetárias - individualmente e coletivamente", diz o documento.

O grupo de 189 países repetiu suas promessas de se abster de desvalorizações cambiais competitivas e de não ter metas de taxas de câmbio para fins de concorrência.

A nota do FMI disse que 26 países membros prometeram US$ 360 bilhões em financiamento bilateral que pode ser usado para complementar os recursos de crédito normais do Fundo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos