Bolsas

Câmbio

Mercados chineses recuam com receio de medidas regulatórias

TÓQUIO/XANGAI (Reuters) - Os mercados chineses caíram nesta quarta-feira (28), em um dia de negociações fracas e com a confiança afetada pelas últimas medidas de um regulador para colocar os investimentos agressivos das segurados em ações sob supervisão mais rigorosa.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, recuou 0,43%, enquanto o índice de Xangai teve queda de 0,39%.

A confiança dos investidores foi abalada pelos notícias nesta quarta-feira de que o vice-presidente da Comissão Reguladora de Seguros da China havia dito que as seguradoras não são plataformas para enriquecer os especuladores.

Já o índice MSCI, que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão, tinha alta de 0,61% às 7h38 (horário de Brasília), acompanhando a alta de Wall Street na véspera.

  • Em Tóquio, o índice Nikkei recuou 0,01%, a 19.401 pontos.
  • Em Hong Kong, o índice Hang Seng subiu 0,83% a 21.754 pontos.
  • Em Xangai, o índice SSEC perdeu 0,39%, a 3.102 pontos.
  • O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, retrocedeu 0,43%, a 3.302 pontos.
  • Em Seul, o índice Kospi teve desvalorização de 0,87%, a 2.024 pontos.
  • Em Taiwan, o índice Taiex registrou alta de 1,01%, a 9.201 pontos.
  • Em Cingapura, o índice Straits Times valorizou-se 0,43%, a 2.898 pontos.
  • Em Sydney, o índice S&P/ASX 200 avançou 1,01%, a 5.685 pontos.

(Por Shinichi Saoshiro, Jackie Cai e John Ruwitch)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos