Wall St recua após nova polêmica de Trump e ação na Coreia do Norte

NOVA YORK (Reuters) - Os índices acionários dos Estados Unidos recuaram nesta segunda-feira em um amplo declínio à medida que investidores ficaram inquietos sobre a última polêmica causada pelo governo do presidente norte-americano, Donald Trump, e por tensões geopolíticas provenientes da Coreia do Norte.

O índice Dow Jones caiu 0,24 por cento, a 20.954 pontos, enquanto o S&P 500 perdeu 0,33 por cento, a 2.375 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq recuou 0,37 por cento, a 5.849 pontos.

O S&P 500 subiu cerca de 11 por cento após a vitória do presidente Donald Trump em novembro, com a aposta de investidores na implementação de menos regulações, impostos menores e aumentos nos gastos com infraestrutura.

Entretanto, a falta de detalhes sobre as propostas de Trump, sua postura isolacionista e dificuldades em preencher seu gabinete levaram alguns investidores a questionarem se o rali após a eleição chegou ao fim.

Trump acusou seu antecessor Barack Obama no sábado de tê-lo grampeado durante a etapa final da campanha eleitoral de 2016, mas não apresentou nenhuma evidência.

Alguns investidores demonstraram preocupação de que a acusação possa atrasar a implementação da agenda econômica de Trump.

"O ponto principal é que investidores fundamentaram esse rali na realização das propostas pela nova administração", disse Jack Ablin, diretor de investimentos do BMO Private Bank em Chicago.

(Por Chuck Mikolajczak)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos