Advent desiste de comprar Laboratório Teuto, dizem fontes

Por Tatiana Bautzer

SÃO PAULO (Reuters) - A empresa norte-americana de investimentos Advent desistiu de comprar o Laboratório Teuto Brasileiro, deixando a rival Bain Capital como única interessada na fabricante de medicamentos genéricos, afirmaram duas fontes com conhecimento direto do assunto nesta quinta-feira.

Em novembro, a Advent e uma série de companhias fizeram ofertas não vinculantes pela Teuto, uma joint venture entre a gigante norte-americana Pfizer e a família Melo, disseram as fontes. A Advent desistiu de apresentar uma proposta vinculante por razões que as fontes preferiram não comentar.

A Bain Capital, que também participou do processo de oito meses de venda da Teuto, ainda não apresentou uma oferta final e vinculante pela companhia, que controla a maior fábrica de genéricos da América Latina. A Pfizer controla 40 por cento da Teuto e os Melo, o restante.

A Reuters publicou em outubro que a lista de interessados na empresa incluía além da Advent e da Bain, a Torrent Cepital Investment. As empresas de investimento em participações apresentaram as ofertas mais atraentes que outras farmacêuticas contatadas inicialmente, incluindo a israelense Teva e a Mylan.

Representantes da Advent, Bain Capital, Pfizer e Teuto não comentaram o assunto, bem como os bancos envolvidos.

As fontes afirmaram que um fracasso em encontrar comprador pode render uma disputa entre a Pfizer e os Melo. A briga deve derivar de uma opção de compra da participação da família entre 2014 e 2016 e que leva em consideração um múltiplo de 14,4 vezes o lucro operacional da Teuto, disseram as fontes.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos