Bolsas

Câmbio

Reforma da Previdência

Votação da terceirização não ameaça reforma da Previdência, diz Meirelles

Marcela Ayres

BRASÍLIA (Reuters) - O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou nesta quinta-feira (23) que a aprovação da terceirização na véspera em votação apertada não indica dificuldades ou ameaças à reforma da Previdência porque são temas distintos.

"Eu acho que são coisas diversas. Não existe aqui uma decisão apenas entre favorável ao governo, favorável às propostas ou contra as propostas do governo. Existe uma votação de mérito, uma votação em cada projeto", disse.

"A Previdência Social é um outro projeto, é uma outra discussão, e que estamos trabalhando arduamente exatamente pra conseguir que seja aprovado o projeto que é fundammental para o país", acrescentou.

Falando a jornalistas após evento no Palácio do Planalto, Meirelles afirmou ainda que retirar os servidores estaduais e municipais da proposta da reforma da Previdência se deu para evitar a judicialização do processo frente a questionamentos que já vinham sendo feitos.

Segundo Meirelles, as finanças estaduais são sim importantes e devem ser endereçadas pelas assembleias e pelos governadores.

"Agora o que não se pode é de fato o governo federal assumir toda esta, digamos, paternidade, e tentar colocar tudo forçosamente no mesmo cenário", disse.

Rombo

Após o governo federal ter divulgado na véspera um rombo de R$ 58,2 bilhões nas contas públicas para o cumprimento da meta fiscal deste ano, mas não ter revelado quanto de fato irá cortar do Orçamento, Meirelles defendeu a investida e afirmou que ela dá segurança para a apuração dos números referentes a receitas adicionais. 

"Se for necessário aumentar impostos será o menor possível, exatamente para não tomar atitudes que possam significar um aumento de impostos que depois se revele não completamente necessário", afirmou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos