Bolsas

Câmbio

Governo reduz taxas de juros para consignados de servidores, aposentados e pensionistas

Luiz Guilherme Gerbelli

30 Mar (Reuters) - O governo anunciou nesta quinta-feira (30) a redução dos juros cobrados nos empréstimos consignados para servidores públicos da União, aposentados e pensionistas.

O limite para a taxa de juros nas operações de crédito consignado destinado aos servidores foi reduzido a 2,2% ao mês, ante 2,5%. No ano, o teto passou para 29,8%, abaixo dos 34,5% cobrados atualmente.

Segundo o governo, desde que foi criado, em 2008, essa é a primeira vez que o teto para as operações de crédito consignado para servidores é reduzido.

Aposentados e pensionistas

Nesta quinta-feira, o CNP (Conselho Nacional de Previdência) também determinou a redução do teto dos juros para aposentados e pensionistas. O teto mensal passou a 2,14%, ante 2,34%. No ano, o teto foi reduzido para 28,9%, abaixo dos 32%.

A redução aprovada pelo CNP também valerá para as operações de cartão de crédito de aposentados e pensionistas. A taxa de passará a 3,06% ao mês, ante 3,36%. Em termos anuais, a taxa ficará em 43,6%, abaixo dos 48,7% cobrados atualmente.

Em fevereiro de 2017, de acordo com dados do governo, o saldo total de empréstimos consignados atingiu R$ 291,4 bilhões.

(Edição de Claudia Violante)

Congresso quer liberar uso de FGTS para empréstimos consignados

  •  

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos