Bolsas

Câmbio

Wall St recua após comentários de Donald Trump sobre dólar e juros

NOVA YORK (Reuters) - As bolsas de valores dos Estados Unidos recuaram nesta quarta-feira, com o índice S&P 500 fechando abaixo de um patamar técnico importante pela primeira vez desde o dia da eleição presidencial no país. O movimento foi pressionado por preocupações geopolíticas e comentários do presidente dos EUA, Donald Trump, sobre dólar e taxa de juros.

O índice Dow Jones caiu 0,29 por cento, a 20.592 pontos, enquanto o S&P 500 perdeu 0,38 por cento, a 2.345 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq recuou 0,52 por cento, a 5.836 pontos.

Em entrevista concedida para o Wall Street Journal, Trump disse que o dólar estava ficando muito forte, embora ele também tenha dito que gostaria de ver as taxas de juros se mantendo baixas.

"Os mercados não gostam de incerteza", disse Peter Tuz, presidente da Chase Investment Counsel em Charlottesville, Virgínia.

Os investidores buscaram proteção em ações consideradas defensivas e outros ativos de baixo risco.

Os setores industriais e de matérias-primas registraram as maiores quedas, juntamente com as ações do setor financeiro, enquanto as ações de serviços públicos, produtos básicos e telecomunicações deram ao S&P 500 os maiores ganhos.

O índice financeiro do S&P recuou 0,9 por cento, um dia antes da divulgação dos resultados de três grandes bancos -- Wells Fargo, Citigroup e JPMorgan -- no que marcará o início da temporada de resultados trimestrais corporativos. Os analistas esperam que os lucros tenham subido 10 por cento para todas as empresas do S&P 500 no primeiro trimestre, segundo dados da Thomson Reuters.

O S&P 500 fechou abaixo de sua média móvel de 50 dias, um indicador observado para acompanhar a tendência a médio prazo, pela primeira vez desde 8 de novembro. Ao mesmo tempo, o ouro e o índice de volatilidade CBOE, indicador de receios de Wall Street, subiram.

As tensões crescentes dos EUA com a Rússia, a Coreia do Norte e a Síria, após os ataques a mísseis dos EUA na Síria na semana passada e o deslocamento de navios de guerra norte-americanos para a península coreana têm mantido os investidores cautelosos.

Investidores estão preocupados que estes desdobramentos possam distrair Trump de buscar políticas favoráveis aos negócios, como cortes de impostos, regulação mais simples e investimento elevado em infraestrutura, promessas que impulsionaram Wall Street para níveis recordes desde a eleição de novembro.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos