Bolsas

Câmbio

Ibovespa fecha em alta de 2,4% puxado por bancos em dia de vencimento de opções

Por Flavia Bohone

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice da Bovespa subiu mais de 2 por cento nesta segunda-feira, em movimento de recuperação após cair ao menor patamar em três meses no pregão anterior. As ações de bancos exerceram a principal influência positiva em sessão que teve ainda a primeira etapa marcada por vencimento de opções sobre ações.

O Ibovespa subiu 2,4 por cento, a maior alta desde 12 de janeiro (+2,41 por cento), a 64.334 pontos. O giro financeiro somou 10,11 bilhões de reais, incluindo o exercício de opções sobre ações, que movimentou 2,786 bilhões.

Em meio a delações da Odebrecht no âmbito da operação Lava Jato envolvendo uma série de políticos em esquemas de corrupção, o presidente Michel Temer busca manter os esforços para avançar a reforma da Previdência e pediu na noite passada a parlamentares aliados e ministros que atuem para manter o cronograma de votação da proposta no Congresso.

"Essa melhora da bolsa como um todo é reflexo da maior participação do Planalto e perspectiva de andamento conforme o planejado das reformas, seja trabalhista ou da Previdência na Câmara", disse o analista da corretora Lerosa Investimentos Vitor Suzaki.

Além disso, os números do Banco Central indicando que a economia brasileira cresceu 1,31 por cento em fevereiro, em desempenho acima do esperado pelo mercado, também somou-se ao bom humor.

Wall Street também ajudou o tom positivo, com o S&P 500 subindo 0,86 por cento, recuperando-se após fechar na mínima em dois meses na sessão passada, em rali liderado pelas ações do setor bancário e de tecnologia.

DESTAQUES

- BANCO DO BRASIL ON subiu 4,64 por cento, liderando os ganhos do setor bancário, após queda de 5,20 por cento na quinta-feira. O UBS elevou a recomendação para as ações de bancos de países emergentes para "overweight", ante "neutra", diante da melhora do crescimento global, e vê perspectiva melhor para os bancos públicos brasileiros este ano. BRADESCO PN subiu 4,48 por cento, ITAÚ UNIBANCO PN teve alta de 4,47 por cento e SANTANDER UNIT avançou 2,48 por cento.

- USIMINAS PNA avançou 7,84 por cento, liderando a ponta positiva do Ibovespa, após números preliminares do primeiro bimestre, com lucro líquido de 121 milhões de reais e Ebitda somou 366 milhões de reais. Se a empresa fechar o primeiro trimestre com lucro será o primeiro período com dados positivos após dez trimestre de prejuízos. Na máxima da sessão, as ações da empresa subiram 10,81 por cento.

- SMILES ON ganhou 5,05 por cento após o BTG Pactual divulgar expectativa de forte crescimento no lucro da empresa no primeiro trimestre.

- ESTÁCIO PARTICIPAÇÕES ON teve alta de 6,10 por cento e KROTON ON subiu 3,92 por cento, em movimento de recuperação após as fortes quedas vistas na quinta-feira.

- PETROBRAS PN teve alta de 1,42 por cento e PETROBRAS ON ganhou 0,96 por cento, na contramão dos preços do petróleo no mercado internacional. No radar estavam ainda os dados divulgados na noite de quinta-feira, mostrando crescimento de cerca de 7 por cento na produção média de petróleo e gás natural da Petrobras no primeiro trimestre ante o mesmo período do ano passado, impulsionada principalmente pelos novos poços do pré-sal. [O/R]

- FIBRIA ON caiu 4,86 por cento, liderando a ponta negativa do Ibovespa, diante da queda superior a 1 por cento do dólar frente ao real. SUZANO PNA perdeu 1,42 por cento.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos