Uber pode enfrentar taxas de licença mais altas em Londres sob novas propostas

LONDRES (Reuters) - O serviço de transporte urbano por aplicativo Uber poderá enfrentar um aumento nas taxas de licença para operadores em Londres sob as mudanças propostas pela autoridade de transporte da cidade, na mais recente de uma série de medidas tomadas por reguladores para controlar a empresa que abalou a indústria de táxi tradicional.

A Transport for London (TfL) lançou nesta quinta-feira uma consulta sobre planos para alterar a estrutura de tarifas para os operadores de locação privada, de modo que as empresas paguem taxas que reflitam os custos crescentes de regulamentação do setor.

Com sede em São Francisco, o Uber disse que apoiava o princípio de operadores maiores pagarem taxas mais elevadas e que analisaria os detalhes depois de receber os documentos da consulta.

Mais de 30 mil motoristas licenciados em Londres usam o aplicativo Uber, tornando-o o maior operador de veículos de aluguel privado na cidade. A TfL disse que a indústria de aluguel privado em Londres tinha crescido dramaticamente, de 65 mil motoristas licenciados em 2013/14 para mais de 117 mil agora.

A autoridade de transporte disse que isso significava que o custo de regulamentar a indústria estava crescendo, com as despesas de execução devendo atingir 30 milhões de libras nos próximos cinco anos, ante uma estimativa anterior de 4 milhões de libras.

"É justo que as taxas de licença para os operadores de locação privada reflitam com precisão os custos de execução e regulação do comércio", disse Helen Chapman, gerente geral de táxi e aluguel privado da TfL.

(Reportagem de Estelle Shirbon)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos