Bolsas

Câmbio

Economia da zona do euro começa segundo trimestre com forte crescimento, mostra PMI

LONDRES (Reuters) - A economia da zona do euro iniciou o segundo trimestre com um crescimento forte e sustentável, de acordo o Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês), o que mostrou que as empresas aumentaram a atividade para a taxa mais rápida em seis anos, conforme as novas encomendas permaneceram robustas.

O PMI, visto como um bom guia para o crescimento, subiu para 56,7 em relação a 56,4 de março, a maior leitura desde abril de 2011. Uma leitura acima de 50 indica crescimento.

O número veio acima da previsão mais otimista da pesquisa Reuters, cuja a mediana previa um resultado em 56,3.

"A força do crescimento no primeiro trimestre nos surpreendeu e isso é ainda melhor. É um crescimento muito amplo", disse o economista-chefe de negócios da IHS Markit, Chris Williamson.

Sinais de que a economia está em um caminho de crescimento sustentável, ao lado de pressões inflacionárias, serão bem recebidos pelos formuladores de política monetária do Banco Central Europeu, que têm lutado durante anos para conseguir esses dois objetivos, apesar da política monetária frouxa.

As empresas do setor de serviços aumentaram a atividade neste mês, com seu PMI subindo para 56,2 de 56,0, na máxima de seis anos. O resultado ficou acima de todas as previsões da pesquisa da Reuters.

A indústria também registrou um bom começo para o trimestre - o PMI subiu para a máxima de seis anos, a 56,8 de 56,2, superando todas as estimativas em uma pesquisa da Reuters.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos